antes-e-depois-porta-veneziana1

Da Caçamba para a Decor do Cafofo

Depois de uma semana cheia de eventos e fortes emoções, voltei pra esse bloguinho que é só amor, e muita remobília da casa ultimamente. Antes disso, só a título de nota, tô fazendo um curso mara de decoração prática no Senac Santa Cecília!! É isso mesmo, as resoluções para 2016 já estão sendo colocas em prática e logo conto mais sobre essa nova investida minha.

Agora voltando ao assunto, logo que nos mudamos pra casa nova, haviam várias outras casas no condomínio sendo construídas/reformadas, pra ser franco ainda há, mas o lance era que sempre tinha uma caçamba em alguma esquina cheia de entulho e de possibilidades também. Em uma delas o Vinicius achou certa vez, uma porta tipo veneziana e trouxe pra casa pra ver o que poderíamos fazer com ela.

Pensei em muitas coisas, como fazer um painel nos fundos da casa e pendurar algumas plantinhas, mas nunca cheguei a colocar a ideia em prática. Outra possibilidade era usá-la como tampo de mesa, junto dos cavaletes que agora estão dando sopa depois que troquei a mesa do home office. Pra isso nem precisava fazer nada e teríamos uma ótima mesa para os dias de piquenique e churrasco no quintal.

Foi então que outra coisa mais “urgente” entrou na pauta. Dei uma repaginada no quarto e um dos nichos que ficava com livros, saiu de cena depois que transferi os livros para o home office, achei então que um cabide era o que eu precisava para ocupar aquele cantinho, mas tinha que ser um que não ocupasse espaço…e olha só, a tal porta veneziana voltou a ter a sua chance de fazer parte do cafofo.

Lembrei de uma ideia, que vi no Pinterest, super simples que transformava uma dessas em um painel organizador de cozinha, com a inspiração na mão parti pra repaginada.

Resolvi deixar um lado da peça original e só pintar o outro, pra coisa ficar mais interessante fiz um corte diagonal com fita blue tape, que apesar da superfície da porta ser irregular até que funcionou muito bem. Pintei uma primeira camada de tinta branca , depois fiz 3 camadas de tinta amarela.

antes-e-depois-porta-veneziana

O pulo do gato, como diria meu pai, foi usar esses ganchinhos S que se encaixaram com perfeição no vão da porta, assim posso usar toda a extensão da peça sem me preocupar com o peso das coisas que vou pendurar.

antes-e-depois-porta-veneziana3

No final a peça ficou assim… estou pensando em fazer uma prancha com rodinhas para colocar sapatos na parte de baixo, mas ainda não me decidi.antes-e-depois-porta-veneziana4 antes-e-depois-porta-veneziana5

Ela está fixada na parede com fita fixa forte. Postei todo o passo a passo lá no instagram, muita gente achou que eu iria fazer um jardim vertical, posso dizer que não é uma ideia fora de questão. Em breve pretendemos finalizar o segundo andar do cafofo, e é bem provável que volte a usar o meu outro cabide, já que teremos mais espaço, então acho que o jardim vertical pode virar realidade.

Montei uma galeria lá no Pinterest com outras inspiração para quem tem uma peça como esta em casa e não sabe direto o que fazer com ela, super vale o clique! Beijos! E não esquece de me dizer o que você achou da minha invenção :)

perfil_patricia

Banquinho-repaginado-com-tecido-adesivo-antes-e-depois-blog-remobilia

Minha Banquetinha de Cara Nova De Novo!

Continuando a minha saga de repaginar esse cafofo com muita cor,  lembra daquela banqueta de madeira que a gente decorou pra a Feicon? o link tá aqui …Então, resolvi que era hora dela ganhar uma nova “roupagem” também.

Um dos motivos é o fato dela já estar um tanto desgastada, Arthuzinho não perdoa, e também por que eu queria algo mais colorido pra usar como banquinho de apoio aqui no  meu novo cantinho de trabalho.

Agora você me pergunta, pra que serve banquinho de apoio? Ora, pra apoiar as minhas coisas quando quiser liberar a mesa para alguma atividade craft, pra alguém se sentar do meu lado quando quiser mostrar algo em que estou trabalhando, ou pra deixar o cantinho colorido simplesmente.

Pois bem, aproveitando que sobrou bastante tinta da repaginada que eu dei no meu cordão de luz, mostrei toda a transformação lá no Instagram, caso você tenha perdido, vesti meu avental e comecei a reforma da minha baquetinha.

A primeira parte  é a mais chata, que consiste em muito suor, lixando e lixando a peça, mas não vale ter preguiça nessa hora, por que lixar é fundamental! Depois de lixar, aí sim vem a parte legal que é colorir a peça, nessa hora até o Tutu, que adora uma tinta, entrou na brincadeira e também ajudou a pintar.

Banquinho-repaginado-com-tecido-adesivo-blog-remobilia

A cereja do bolo, sempre tem cereja nesse bolo, foi aplicar esse tecidinho adesivo, lindo de viver, com estampa de ladrilho. No final nossa banquetinha ficou assim, toda iluminada!

Banquinho-repaginado-com-tecido-adesivo-blog-remobilia-3

Banquinho-repaginado-com-tecido-adesivo-blog-remobilia-2

De banqueta discreta, a super carnavalesca em poucos minutos.

Como essa peça é super irregular, o pulo do gato foi usar tinta fosca na pintura, ela super ajuda a disfarçar as imperfeições da peça.

O tecidinho adesivo faz parte de um mix com várias estampas que você encontra no Meu Móvel de Madeira,  as tintas, são da Acrilex.

Pra acompanhar em primeira mão todas as transformações que estão acontecendo no cafofo agora, segue a gente lá no Instagram!!

perfil_patricia

antes-e-depois-cadeira-reformada-capa

Cadeira Usada de Cara Nova

Toda vez que alguém me pergunta como faz pra encontrar móveis legais pra decorar a casa sem gastar muito, eu logo me adianto e já vou oferecendo o meu método.

Tá vendo aquela loja chique, cheia de móveis lindos que você adora, mas não tem dinheiro pra comprar? Então… passe direto por ela e siga em frente até a loja de usados mais próxima. É lá que você vai fazer os seus achados, sem medo de ser feliz, por que comprar coisas usadas, não é coisa de gente pobre, é coisa de gente esperta, é coisa de gente linda e sustentável.

E também vamos combinar que não é assim tão complicado repaginar as peças que você garimpou e é claro pechinchou por aí. Pra te provar isso, hoje vai rolar outro antes e depois pra lá de inspirador, com todos os passos, pra você seguir sem erro, só sucesso!

antes-e-depois-cadeira-reformada-1 antes-e-depois-cadeira-reformada-2 antes-e-depois-cadeira-reformada-3

Viu como não tem mistério, ainda mais usando tinta spray, que será daqui pra frente, a tua melhor amiga na hora de repaginar qualquer coisa. O melhor, existem uma infinidade de cores de tintas e tecidos para escolher, assim fica fácil achar aquela que melhor combina com a decoração do seu cafofo.

E apesar de não ser assim tão comum ter um grampeador de estofado em casa, eu te garanto que é investimento garantido e um mundo de possibilidades ao seu alcance. Quanto a cobertura de verniz depois da pintura, ela vai ajudar a proteger a peça de arranhões e também evitar que a tinta desbote.

Lembrando que qualquer tempo dedicado a deixar a nossa casa mais agradável, alegre e com a nossa cara é um tempo bem gasto, então espanta essa preguiça e não faça corpo mole na hora de lixar a peça, essa é a parte mais importante e vai garantir o acabamento profissa do teu trabalho. Daí quando todo mundo perguntar onde você comprou essa cadeira linda, você vai poder estufar o peito e dizer toda orgulhosa, fui eu que fiz, querida!

Esse achadinho é do blog Brit + Co que eu já indiquei várias vezes aqui! Lá sempre tem coisinhas super coloridas e com essa pegada scandinavian decor que a gente ama.

perfil_patricia

antes-e-depois-sala

Salinha Repaginada Gastando Quase Nada

Oi gente bonita, depois de uma semana movimentada é hora de voltar a nossa rotina e compartilhar ideias maravilhosas para deixar a tua casa mais colorida e querida gastando pouco, é claro. Já faz um tempinho eu quero mostrar o antes e depois de uma salinha que é perfeita para o nosso blog.

Nós que adoramos decoração, vivemos nos deparando com móveis em nossas casas que simplesmente não nos representam. Eu já vivi isso com uma estante bizarra que eu mesma comprei, admito. Abandonei a coitada na nossa antiga casa, assim que a gente se mudou para o apê simplesmente por que não tinha jeito de tentar repaginar aquele trambolho que já nasceu todo errado. E assim eu aprendi que aparadores e nichos podem fazer um trabalho muito mais eficiente que uma estante desengonçada, deixando a decoração mais clean e com espaço de sobra para trabalhar na decoração das paredes.

Foi a também insatisfação com o seu rack que fez o Matheus do Blog do Math correr atrás de alternativas para deixar a sala do seu pequeno apê mais condizente com o seu estilo. Como de praxe ele começou procurando alguma coisa bacana e que coubesse no orçamento, o que é impossível em quase 99% dos casos. A verdade é que o que gostamos e achamos o máximo não encaixaria no orçamento nem se a gente parasse de comer pra poder pagar. Porém, desistir de ter aquele cantinho dos sonhos não é uma opção, então vestimos nosso avental, arregaçamos as mangas e partimos para o faça você mesmo.

Foi isso que eu fiz em quase tudo que tenho aqui em casa e foi o que o lindo do Matheus fez também.

Na dúvida entre usar prateleiras de pinus ou caixotes de feira no lugar do rack, ele foi lá, combinou os dois, criou uma paleta de cores toda mimosa, e o que era um cantinho comum, virou um xodó só.

decorando-com-caixotes4

É claro que não foram só os caixotinho coloridinhos que transformaram esse cantinho, mas sem dúvida eles abriram espaço pra que todos esse amor em forma de mimos decorativos transbordasse. Assim  tudo se mostra, sobra mais espaço pra ser criativo e deixar a sala com um encantamento especial.
decorando-com-caixotes

Confesso que babei em cada coisa linda que ele usou para decorar o novo aparador, rolou um amor tão grande que eu nem sei o que dizer desse cara que mal conheço, mas já considero pacas :)

Quer ver todo o processo e os outros detalhes que eu não coloquei aqui vai lá se apaixonar, depois volta aqui e me conta como foi 😉

Ps: Esse é mais um achado do blog mais que fofo do mundo, Histórias de Casa, que sempre me apresenta bloguinhos novos e cantinhos encantadores.

perfil_patricia

1 Antes-e-Depois-Aparador

Meu Aparador Repaginado com Tecido Autoadesivo DECO ART

Minha escolha por usar um aparador de madeira na cozinha sempre foi pensando em todas as possibilidades de customização que uma peça dessas poderia me proporcionar. Imagina a minha alegria então quando eu ganhei o mais lindo deles do pessoal maravilhoso do Meu Móvel de Madeira. A estreia dele na decor do cafofo foi nesse post aqui, caso você ainda não tenha visto.

Sou completamente apaixonada por ele, assim como o Arthur, que adora ficar abrindo e fechando as suas portas, enfiar brinquedos pelos buraquinhos dos puxadores, assim como fazer muita arte com giz de cera e canetinha no seu belo fundo amarelo.

Mesmo tentando resistir bravamente a todas as travessuras do Arthur, o pobre coitado começou a apresentar sinais de desgaste e eu já comecei a bolar o que poderia fazer para dar uma renovada nele.

Para minha sorte a pessoal da Deco Art tinha acabado de me mandar um rolo de tecido autoadesivo, para que eu testasse. Unindo o útil ao agradável resolvi botar em prática minha repaginada, usando o material que eles me enviaram. E assim nasceu um belo e super rápido antes e depois para compartilhar com vocês, olha só!

2 Antes-Aparador

Essa aqui foi a estampa que eu escolhi, eles tem uma mais linda do que a outra, mas o melhor de tudo é que as cores dessa super calharam de combinar com minha parede de lambelambe, yes!

3 Antes-Depos-Aparador-Materiais

Agora, seguem algumas dicas bacanas pra adiantar a tua vida na hora de aplicar o tecido em qualquer que seja a superfície.

4 Antes-Depois-Aparador-Colagem 5 Antes-Depois-Aparador-Colagem-2 6 Antes-Depois-Aparador-Colagem-3 7 Antes-Depois-Aparador-Colagem-4

8 Antes-Depois-Aparador-Colagem-Final 9 Antes-Depois-Aparador-Puxadores

O resultado final é essa belezura aqui, transformada totalmente com materiais que eu já tinha em casa. Todo o processo levou o tempo de uma soneca do Arthur. Os materiais que eu usei na empreitada além do tecido foram uma tesoura, uma espátula de feltro, e uma furadeira.

10 Antes-Aparador-Depois 11 Antes-Aparador-Depois-2

O tecido é realmente muito fácil de aplicar e tem uma aderência incrível. Fiquei louca para trabalhar com ele novamente. Usamos boa parte do nosso rolo de 3 metros, mas ainda sobrou um pouquinho para forrar minha nova caixa de ferramentas que mostrai logo mais.

A linha Deco Art é composta por tecidos autoadesivo para diversas aplicações. Possui um adesivo resistente e reposicionável, o que permite remover e recolocar o tecido sem danificar a superfície durante a sua aplicação. Basta retirar o papel protetor e aplicar em qualquer superfície lisa, limpa e livre de umidade. Ideal para revestir paredes, móveis, objetos, trabalhos artesanais entre outros. Prático, fácil e sem sujeira! Com 42 modelos, disponível nas medidas: 45cm x 01m e 45cm x 03m. Todos os modelos são produzidos aqui no Brasil pela Plavitec.

selo-publieditorial-2

perfil_patricia

antes-e-depois-baú-1

Transformando um Baú Com Bobinex

Depois do sucesso da escrivaninha antiga que ganhou cara nova com uma boa demão de tinta colorida e aplicação do papel de parede da linha Natural da Bobinex, adorei utilizar essa técnica e busquei mais projetos para criar.
Encontramos então no quartinho da casa da sogrinha (sério, esse quartinho tem inúmeros materiais remobilísticos) uma caixa de madeira, daquelas de guardar jogo de pratos e louças. Ela já havia feito umas alterações com pintura e usou ele como baú no quarto dos filhos.. Mas a ideia era dar uma nova função a esta caixa de acordo com as necessidades atuais da casa.
Reformulando o layout da suíte dela, apareceu a ideia de usar esse baú como puff de apoio para a área onde está o Closet, e claro como um reforço pra guardar as baguncinhas.
Primeiro precisei lixar toda a parte que receberia a tinta branca, pra não correr o risco de descascar com o tempo. Tive o auxílio de uma ferramenta tipo uma espátula que facilita a retirada da tinta. Onde eu aplicaria o papel de parede, dei uma leve lixada apenas para garantir a fixação com a cola.
Revesti o baú inteiro por dentro com o papel de parede, e na parte externa aproveitei a emenda das peças para gerar os detalhes em branco. Neste projeto utilizei um pincel da Tigre para acabamentos de canto que eu suuuper recomendo! Ele espalha a tinta muito bem e agiliza a pintura.
E lógico que eu teria que colocar uma cor (mas claro né!) e como este puff fica no mesmo ambiente que a mesinha repaginada anteriormente, optei por alguns detalhes em rosa para criar uma harmonia.

antes-e-depois-baú

Finalizada esta parte, fomos atrás da espuma para fazer o puff, e a capa branca ficou por conta da sogrinha ( sou um desastre com costura). ela montou como se fosse capa de travesseiro com aquela abertura pra facilitar a retirada da espuma para poder lavar o tecido.
Uma dica é costurar um velcro nas extremidade da almofada e colar algumas na tampa do baú, assim evita a espuma ficar escorregando quando você senta.
Para finalizar, colocamos rodinhas que suportem o peso de uma pessoa sentada para facilitar o manuseio do puff. antes-e-depois-baú_2

Amei o resultado em dose dupla dessa parceria com a Bobinex, onde com materiais simples conseguimos criar peças totalmente repaginadas e cheias de estilo. Agradeço muito a confiança e o carinho. E agora, qual será o próximo desafio??

perfil-camila

antes-e-depois-parede-lousa-1

Cantinho com Parede de Lousa

Todo começo de ano fazemos um planejamento com as metas e objetivos para o ano que inicia. No meu caso 2015 já chegou com a promessa de ser um ano diferente..e foi COM EMOÇÃO! Cafofo novo, emprego novo, vida nova! Tudo para garantir boa disposição e muuuitas idéias criativas para compartilhar com vocês.

O cafofo novo agora terá um atelier exclusivo para as artes remobilísticas com direito a bancada de porta e cavalete (logo logo um DIY por aí).

O desafio de pegar um apê sem móveis foi aceito com sucesso, não há limite para as idéias fluírem e cada cantinho está ganhando uma identidade especial. A arte da vez foi criar uma parede de quadro negro.

Há tempos eu havia comprado pela internet uns rolos de adesivo para quadro negro, porém ainda não havia encontrado espaço para colocá-la no outro cafofo já que as paredes já tinham cor e papel de parede. Como no novo apartamento todas as paredes são brancas, livres e desimpedidas, resolvi que era o momento de ter uma parede para criar, desenhar e caso eu me enjoasse do desenho, era só apagar e começar de novo. É quase um livro de colorir e antiestresse, mas em grande escala. O adesivo funciona igual ao contact só que é fosco. A aplicação é super fácil, basta ter a parede limpa, seca e sem muitas imperfeições para não ficar marcado, usar uma espátula plástica ou até um pano para auxiliar a colocação evitando formar bolhas de ar. O bom é que se for preciso fazer emendas para colocar um ao lado do outro, ou até no caso do adesivo não vencer a altura, elas ficam super discretas que quase não dá para perceber. Colado o adesivo é hora de criar! Como sou apaixonada por tipografia ( descobri o nome certo a pouco tempo em uma palestra sobre design) comecei a buscar no Pinterest frases que tivessem relação com o cafofo e comecei a escrever.

Para dar um charme a nova decoração, reutilizei um relógio de disco que eu já tinha no outro apartamento mas dei uma repaginada nele, trocando os números e colocando uma cor. Este relógio é bem fácil de fazer, utilizei a máquina de um relógio de parede para aproveitar também o gancho para prender no prego, basta colar atrás do disco e criar como você quiser.

Também utilizei números de cerâmica para identificar o cafofo, que ganhei assim que me mudei. Eles foram colados com fita 3M para garantir que não vão cair, nem estragar o adesivo caso eu queira mudar o desenho futuramente. Confesso que o que mais gosto nesta decoração criativa e upcycling é a versatilidade dos materiais e como eles podem ser utilizados de diversas maneiras.

antes-e-depois antes-e-depois-parede-lousa DSC06330

Este mesmo adesivo que fiz a parede de quadro negro, utilizei no apartamento de um amigo querido, o fotógrafo Márcio Pimenta que aceitou abrir seu cafofo para minhas idéias. Lá também rolou uma outra versão do sofá de pallets (apresento um dia para vocês aqui no blog). Como grande fã de Miles Davis, um dos músicos do jazz mais influentes do séc XX, aceitou o desenho logo de cara para aplicar em uma das paredes do apartamento. Escolhemos a que está a porta do banheiro, pois é uma das paredes com maior visibilidade e deu uma cara mais despojada.

antes-e-depois-parede-lousa2

O bom desses adesivos em apartamentos alugados como é o meu caso e também o do Márcio, é que ele tipo “Lavou tá nova” pois não causa danos a pintura da parede, a retirada é bem fácil e não dá prejuízo na hora de entregar o apartamento.

perfil-camila

Antes-e-Depois-Escrivaninha

Escrivaninha Repaginada com Bobinex

2015 já chegou com a promessa de ser um ano diferente! Um dos motivos foi esta parceria com a Bobinex com o desafio de remobiliar um móvel usando um dos papéis de parede da nova coleção Natural, e claro que aceitei de braços abertos, afinal, para criatividade não existem limites.

O novo desafio agora seria: encontrar o móvel ideal para uma mudança radical. Revirando as ideias, me lembrei desta escrivaninha garimpada pela sogrinha, que até então ficava despercebido em algum canto da casa. A mesinha estava em bom estado, porém com uma parte do tampo meio lascada e com uns preguinhos a menos.
antes-escrivaninha-reformada-bobinex

A primeira coisa a fazer foi pregar os cantos que estavam soltando e nivelar o tampo com massa corrida (pode ser massa para madeira também). Espere secar de um dia para o outro e passe a lixa para dar o acabamento. Como a escrivaninha receberia uma boa dose de tinta, foi preciso lixá-la inteira para retirar o verniz existente, caso contrário corre o risco da tinta descascar ( o que já me aconteceu algumas vezes rsrs)
antes e depois escrivaninhapin pintura

Uma vez uma amiga me disse que dava pra saber por onde eu passava, pois sempre deixava alguma coisa colorida pelo caminho, isto me acompanha até hoje nos meus projetos quando consigo a partir das cores, dar uma vida nova para objetos esquecidos e comuns. Por isso as tintas escolhidas foram acrílica fosca Pantone 192C e tinta acrílica branca fosca para contrastar. Cubra com fita crepe as áreas que você pretende usar outra cor para facilitar o acabamento.
Confesso que estou apaixonada por esse papel de parede e a facilidade de manuseio. Por ele ter uma textura mais firme fica muito fácil colar e dar acabamento, sem risco do papel rasgar ou encharcar. Usei cola branca para fazer a fixação nos detalhes, mas pode ser usado também cola de madeira ou cola para papel de parede. Espalhe bem para facilitar, e vá colando o papel com um auxílio de uma espátula ou pano para não formar bolhas ( neste caso usei a espátula metálica, pois vivo de improviso, mas o ideal seria usar a plástica que é recomendada para papel de parede). As bordinhas que sobraram foram retiradas com estilete e o auxilio de uma régua metálica.

antes e depois escrivaninha colagem

As gavetas também receberam uma atenção especial e foram encapadas na parte da frente fazendo um detalhe super charmoso e na base da parte interna.
Espere secar bem a colagem do papel e a pintura para poder finalizar com verniz acrílico aplicado com um pincel bem macio para não marcar as cerdas. Este foi indicação da
vendedora da lojinha de artesanatos, que sempre me dá um reforço técnico quando me aparecem novidades remoblísticas. O bom desse verniz é que o acabamento fica meio fosco, dá uma camada de proteção e ainda dá pra passar no papel de parede sem medo de ser feliz.

antes e depois escrivaninha veniz

 Espere secar bem e a escrivaninha está pronta pra ser usada! Foi uma experiência muito boa e feita com muito carinho, afinal, cada peça feita aqui no cafofo tem sua particularidade e história para compartilhar com vocês. depois-escrivaninha-reformada-bobinexantes e depois escrivaninha detalhe 2 antes e depois escrivaninha gavetas antes e depois escrivaninha detalhe antes e depois escrivaninha tampo

Eu adorei esse trabalho lindo da Camila e principalmente da textura do papel. Aliás essa nova coleção é cheia de estampas com uma pegada rústica incrível que você tem que conferir! Pra conhecer toda a coleção maravilhosa de papéis da Bobinex e onde você pode encontrá-los, é só entrar aqui! 

E se ficou com dúvida em alguma coisa, é só escrever aqui nos comentários que a Camila pode te ajudar. Beijos!

selo-publieditorial-2014

perfil-camila