Cafofo Remobília #15: Casa Mega Artesanal 2013

Mega Artesanal 2013

Olá pessoal, no último mês rolou em São Paulo a feira de exposições Mega Artesanal 2013.

Nela mais de 300 expositores mostraram seus trabalhos para quem buscava contados, ideias e inspirações em coisas feitas a mão e muito carinho para decorar casa.

O destaque da feira, na minha opinião, foi a Casa da Mega, já tradicional na exposição, onde mais de 26 artesãos e artistas usaram sua imaginação e know-how para decorar 12 ambientes tendo como fofo principal a reutilização de materiais, e é claro que o resultado foi um Cafofo Remobília, mais que lindo e desejado.

Das muitas ideias apresentadas separei aqui as que mais gostei.

Começando pela sala super colorida, assinada pela nossa já conhecia, Denise Meneghello, esse espaço tem uma clara tendência mexicana, com cores carregadas e muita mistura de objetos e  referências.

Destaque para o lindo tapete feito de retalhos de tecido, as garrafas reformadas e decoradas com puxadores, além das cadeiras com forro estampado.

Sala Mega Artesanal

Na parte de iluminação, fiquei fascinada com o resultado estético da luminária feita de raladores coloridos, além do lustre feito de engradados plásticos.

Casa Mega Artesanal

Já na cozinha, encontamos muitos elementos retrôs, além de vários móveis feitos com paletes.

Cozinha Mega Artesanal

No quarto os móveis rústicos dão o tom da decoração, apresentando também, outros elementos de reaproveitamento bem interessantes como o biombo feito de venezianas e o porta-joias de parede feito de latas forradas de tecido.

Quarto Mega Artesanal

Em meio a tantas soluções criativas é possível, mais uma vez, ver que sim, dá pra ter uma casa decorada com muito estilo, sendo sustentável, econômico e elegante ao mesmo tempo.

Me diz aí de qual cantinho você gostou mais?

Fonte das Imagens: Casa Abril | Vila Mulher | Nanda Penélope

0

Cafofo Remobília #14

cafofo remobilia_casa de vila

Em meio a uma constante transformação urbana onde rapidamente as casas de vila foram sendo substituídas por prédios e mais prédios de apartamentos, achar imóveis a venda em São Paulo que fujam desse novo jeito de morar na cidade é um trabalho difícil, mas que vale muito a pena, na minha opinião.

Talvez por se tornarem assim tão raras hoje em dia, essas casinhas de vila acabaram se transformando em pequenos oásis urbanos, pois mesmo que existam vários projetos em que se busque essa atmosfera de casa dentro dos apartamentos, com áreas gourmet, varandas e tudo mais, nada se compara a uma casa de verdade.

Não sei se vocês lembram mas um dos nossos primeiros posts Cafofo Remobília foi uma linda casa de vila com um quintal sensacional, então quando eu achei essa outra belezura de casinha lá no blog do coração A Casa de Valentina, não tive dúvidas que estava na hora de mais um cafofo de vila aparecer por aqui, até porque, não tem nada que combine mais com o Remobília do que um achado desses.

Mas antes de conhecer cada cantinho desse lugar especial vamos saber um pouquinho da história por trás dele, afinal de contas, casa tem que ter história.

Pois bem, a sortuda dona da casa é a Camila Penteado ela e o marido estavam morando em NY, mas já vinham buscando uma casinha de vila pra comprar e voltar para o Brasil a um tempinho, foi então que um amigo dos dois resolveu colocar a casa a venda e o sonho começou a se realizar.

De lá eles trouxeram boa parte dos móveis e objetos de decoração comprados na Ikea e também garimpados em lojas online.

Foi a própria Camila que cuidou da decoração da casa, criando espaços de estilo retrô com uma pegada mais contemporânea.

Esses espaços possuem todas as características que adoramos em uma casa de vila, como por exemplo o quintal com uma área para fazer refeições ao ar livre, as amadas paredes de tijolinhos, a iluminação natural e aquela mobília garimpada que deixa o cafofo com a cara do dono.

Agora que eu já contei a história a gente pede licença a Camila para dar uma olhadinha na casinha dela, bora?

cafofo remobilia_casa de vila decoracao-casa-de-vila-11 decoracao-casa-de-vila-15 decoracao-casa-de-vila-16decoracao-casa-de-vila-13

Fiz algumas observações dos detalhes que achei mais interessantes, mas e você do que mais gostou nessa casinha?

0

Cafofo Remobília #13

cafoforemobilia#13

Vocês conhecem o estilo de decoração Cottage? Já adianto que não tem nada a ver com queijo.

Em essência o Cottage é uma combinação do estilo inglês clássico de decorar com o estilo rústico campestre presente em outras partes da Europa e na América do Norte também, com uma proposta carregada de charme até os últimos detalhes do ambiente.

 Já falei aqui sobre a Bohemian e Boro Decor que são marcadas pela presença das cores fortes, mistura de estampas e elementos étnicos,  agora quero mostrar um pouquinho desse estilo mais delicado.

E para isso vou usar como exemplo um dos cafofos mais lindos que eu já vi na minha vida, que pra nossa sorte eu reencontrei depois de muito tempo através do blog Ideias de Fim de Semana.

Ele é todo decorado nesse estilo inspirado nas casas de campo inglesas, caracterizadas pela delicadeza e feminilidade que tornam o ambiente acolhedor e aconchegante, abusando dos detalhes florais, criando uma atmosfera romântica, fresca, calma e encantadora.

Pois bem, a sensação é de estar em um chá da tarde, quando você bate o olho a vontade é de suspirar com toalha de mesa florida, as louças de porcelana, os jarros de flores na mesa, dá até pra sentir o cheirinho de bolo feito na hora.

Parece loucura mas é exatamente isso que sinto.

A cor branca dá a harmonia e a claridade características desse tipo de ambiente, que ganha também elementos de craft, móveis antigos herdados ou garimpados.

Os lenções, mantas e toalhas possuem padrões orgânicos, delicados e com cores refrescantes, simplesmente um sonho.

79ideas_cute_dining_area

79ideas_the_cute_kitchen

79ideas_comfortable_sofa

79ideas_bedroom 79ideas_books_and_flowers_pretty_decoration

79ideas_small_bedroom 79ideas_the_cottage_from_outside

Reparou no mezanino? Paixão absurda por ele! E essa família linda? Esse é um daqueles cafofos pra se crescer e viver feliz, sem dúvida.

0

Cafofo Remobília # 12

cafofo_remobilia

Quem foi que disse que em espaços pequenos a gente só deve usar cores claras?

Nessa sala compacta, com jantar e estar integrados, projetada pela arquiteta Adriana Yazbek para a Revista Minha Casa, as cores explodem em contrastes e texturas diferentes rompendo com essa máxima de um jeito muito divertido.

E não são só as cores que fazem desse cantinho um legítimo representante do estilo cafofo remobília de decorar.

Existem diversas soluções alternativas que compõem este espaço de um jeito muito criativo, desde do uso do papel de parede retrô para demarcar o espaço da sala de jantar, passando pela faixa de meia parede na cor framboesa, feita com uma placa de mdf pintada com tinta fosca, até a utilização de módulos de concreto como aparador, o diferencial são as portas de armário de vestiário pintadas com a cor cereja.

Tem ainda outro detalhe em concreto na área de jantar que eu achei sensacional, ali o conjunto é composto por duas cadeiras pintadas de vermelho e um banco de concreto desses usados em espaços públicos, o conforto fica por conta das almofadas tipo futon e a própria parede serve de apoio para as costas.

Plantas dentro de casa também fazem toda diferença, a escolha da samambaia suspensa perto da janela se deve ao fato de ser uma planta que não precisa de muita luz, sendo regada somente duas vezes por semana.

Mais cores aparecem em detalhes como o puff pink, o banco amarelo, o sofá turquesa compondo com a manta roxa e as almofadas coloridas, além do tapete azul e o painel de pinús pintado de verde que serve como suporte para um quadro.

Tudo junto e mistura de um jeito muito harmonioso com o intuito é deixar o espaço com uma atmosfera despojada e sobretudo aconchegante.

01-sala-cheia-de-cores-esbanja-personalidade 07-sala-cheia-de-cores-esbanja-personalidade 04-sala-cheia-de-cores-esbanja-personalidade 02-sala-cheia-de-cores-esbanja-personalidade

Como vocês já sabem, sou suspeita para falar porque eu adoro coisas coloridas, mas quero saber de vocês, topam um samba doido cheio de cores assim na sua casa?

Veja a reportagem completa no portal Casa Abril.

fundadores_perfil_patricia

 

Cafofo Remobília #11

cafofo_remobilia_9

Oi gente, desde de que criamos o álbum Remobília dos Fãs lá na nossa página do Facebook, recebemos diariamente muitos projetos feitos por nosso fãs, inspirados nas nossas postagens, envolvendo as ideias mais simples, como usar um caixote de feira para organizar os livros, como também criando uma grande transformação na casa inteira.

Esse foi o caso da Cris Lobo, ela resolveu botar a mão na massa e fez um monte de coisas legais para decorar a sua casa, e de tão lindo que ficou a gente resolveu publicar aqui no Cafofo Remobília, para que todos vejam que é possível deixar a sua casa mais alegre e divertida, buscando alternativas mais sustentáveis e sem precisar gastar muito.

Pra começar olha que legal esse painel todo amor e pimenta que fica no quintal.

20130603_080128

Os caixotes de feira servem de prateleira em um cantinho todo alternativo da casa.

caixotes 2 caixotes1

E o que dizer dessas banquetinhas pintadas de azul, o melhor de tudo é que elas tanto servem para se sentar como também como mesinhas de apoio.

sala (6)

sala (2)

Olha esse outra mesinha pintada de amarelo, a cereja do bolo é puxador de cerâmica todo lindinho.

Cris Lobo5

Esse aparador também ficou uma maravilha com o mural de fotos feito com uma moldura e as garrafinhas coloridas para arrematar a composição.

corredor

Gente esses radinhos servindo de prateleira no corredor da casa, pra mim é caso de necessidade agora, preciso disso pra ser feliz!

E as ideias não acabam por aqui não, tem muito mais coisa com a cara do Remobília nessa casa que é tudo de bom!

DSC_0033 DSC_0039 garagem (2) garagem Imagem 077 tijolo 1 tijolo

área sala de jantar (2)

área sala de jantar (5)

E aí prontos pra botar a mão na massa? Semana que vem vou postar as ideias que coloquei em prática aqui em casa, afinal de contas tenho que mostrar o meu cafofo também né?! Obrigada Cris por compartilhar a sua casa com a gente, eu amei!

fundadores_perfil_patricia

Cafofo Remobília #10

cafofo_remobilia#10

Quando eu encontro algum post falando sobre decoração retrô fico louca e morro de vontade de correr até o antiquário mais próximo e gastar todas as minhas economias pra mudar, de uma vez só, todos os móveis da minha casa.

O problema é que as economias não são tão fartas assim pra poder fazer uma transformação radical dessas de uma hora pra outra.

O jeito é ir fazendo isso as poucos e logo terei um cafofo remobília com vários achados retrôs, para compartilhar com vocês.

Enquanto isso a gente pode suspirar um pouco com esse quitinete estúdio todo decorado com móveis garimpados em brechós e antiquários pelas ruas de Paris, tinha que ser né, só pra fazer a gente sofrer mais.

Porque não basta morar em Paris meus amigos, você também tem que ter um cafofo minuciosamente planejado para matar as pessoas de inveja! Se liga na belezura.

decor quitinete1 decor quitinete10 decor quitinete2 decor quitinete4 decor quitinete5 decor quitinete6 decor quitinete7

Me diga de isso não é provocação?

Daqui a gente pode tirar muitas dicas para decorar espaços reduzidos.

Vejam que os móveis são bem pequenos isso ajuda bastante na circulação, as paredes são todas brancas, deixando as cores por conta dos elementos decorativos, assim a sensação de amplitude é maior, reforçada ainda pela iluminação natural que entra pelas amplas janelas e a cor chave é o verde empregado para deixar o espaço mais jovial e natural.

O piso de madeira dá o aconchego que um cafofo precisa e há bastante espaço para improvisação, como as prateleiras de compensado com mão francesa que completando o vão ao lado da lareira.

Nas paredes, muitos quadros, gravuras e fotografias.

Por mim eu me mudava já, só precisaria achar um lugar para colocar o berço do Arthur.

E vocês curtem essa pegada retrô na decoração? Conta pra mim aqui nos comentários, eu vou adorar!

E achei essa lindeza no blog  Cores da Casa, mas o post original é do Journal des Femmes, vale a pena dar uma conferida em ambos!

fundadores_perfil_patricia