D.I.Y: Como montar uma sapateira/puff com um caixote de feira.

Um dos primeiros posts que produzi para a o blog foi o especial Remobiliando Caixotes de Feira, com várias ideias para reutilizar caixotes na decoração da casa.

Mas como eu sei que todo mundo adora essas ideias e sempre tem alguma coisa fresquinha e linda saindo da caixola de alguém, aqui vai um passo a passo supimpa publicado na revista Decorar Mais por Menos e que eu copiei na cara larga pra vocês.

A ideia é daquelas tipo “como não pensei nisso antes?” – Montar uma sapateira que de quebra funciona como um puff, simples assim.

O resultado final é lindo, além de muito prático, porque com o acréscimo das rodinhas você pode levar a sapateira/puff para qualquer canto do quarto ou da casa que quiser.

Mas vamos deixar de enrolação e bora colocar a mão na massa!

Materias:

• Caixote de feira

• Lixa para madeira (P120)

• Spray colorido

• Enchimento de poliéster

• 2 placas de MDF do tamanho da lateral maior do caixote (uma para o assento e outra para a prateleira)

• 4 rodízios

• Retalho de tecido (com sobra de 10 cm de cada lado da placa de MDF)

• 4 toquinhos de madeira

• Parafusos de 2 cm e tachas

• Furadeira-parafusadeira

• Grampeador para tecido e martelo

Modo de Fazer:

1 – Lixe o caixote e os toquinhos que apoiarão a prateleira até que fiquem bem lisos. Atenção: não lixe o MDF.

2 – Aplique uma demão de tinta spray nas peças, espere secar e pinte de novo. Agora repita o processo com a prateleira de MDF.

3 – Coloque o enchimento de poliéster sobre a placa de MDF que servirá de assento.

4 – Envolva-o com o tecido e pregue esse último na parte de baixo da chapa com o grampeador. Faça o acabamento martelando as tachinhas no tecido ao longo das bordas.

5 – Pelo lado interno do caixote, prenda o assento nos quatro cantos cuidando para que os parafusos não cheguem até o enchimento. Vire o móvel e parafuse os rodízios na base.

6 – Pregue os toquinhos nas faces internas e encaixe a prateleira sobre eles.

Dá uma super vontade de ter um também, não é mesmo?

Pra você que adora as nossas ideias com caixotes, mas nunca encontra nenhum para remobiliar, dá um pulinho no Mercado Livre que você vai achar.

Deixe seu comentário dizendo o que achou do nosso passo a passo.

Imagens e produção: Casa Abril 

D.I.Y : Sofá-Cama de Paletes

Olá pessoal voltamos com nosso passo a passo semanal, mas agora sob nova direção.

Quem vai cuidar desse espaço D.I.Y do Remobília será nossa mais nova colaboradora Camila Vieira, e como estréia teremos… um sofá de PALETES! que é a cara do blog e a Camila montou com muito esmero inspirada na minha recorrente mania de paletes.

Materiais:

• 2 paletes

• Lixas gramatura 60 para o acabamento mais bruto e 150 para o acabamento mais fino.

• Cantoneiras

• Tinta esmalte branca

• Rolinho de espuma

• Pézinhos

• 1 colchão de solteiro

• 1 manta, colcha ou capa de colchão.

Modo de Fazer:

• Procurei utilizar dois paletes que fossem parecidos e tivessem a mesma altura.

• Como minha sala é pequena, e eu queria que o limite da base fosse a largura do colchão, precisei cortar uma parte do palete, que não afetasse posteriormente a resistência dele.

• primeiro precisei lavar os paletes, pois foram retirados do canteiro de obra e estavam cheio de cimento e poeira. Após a secagem, ao sol, lixei os dois para dar o acabamento, e meu namorado fez a manutenção dos pregos, pra evitar que algum ficasse mais elevado e estragasse o colchão;

• após lixado e retirado toda a poeira restante, foram passadas duas mãos de tinta branca com rolinho para a tinta ficar bem uniforme.

• os pés foram feitos com outra madeira, comprada na Leroy Merlin ( não sei se vem ao caso). Na verdade foi uma ripa de madeira, sobra de outros cortes feitos na loja, que eles vendem por um valor bem reduzido… cortado em 8 partes iguais.

• a fixação dos pés foi feita com pequenas cantoneiras que reforçassem os dois lados do apoio, impedindo que este viesse a soltar em algum momento;

• os apoios foram pintados de branco também, para padronizar o móvel, e foram calçados com carpete para evitar riscos no piso;

• utilizei um colchão que estava na casa dos meus pais e temporariamente estou usando esta manta pra cobrir, mas a ideia é mandar fazer uma capa pro colchão, com um tecido resistente e confortável, e colocar várias almofadas coloridas para dar mais alegria ao ambiente.

P.S pretendo arrumar esta capa e as almofadas agora no mês de abril, e também colocar um tampo de vidro na lateral pra evitar que os objetos caiam, estão podemos ter uma parte 2 deste sofá cama…

Agora vejam que maravilha que ficou!

Gostou do nosso passo a passo? Então comenta!

Projeto e fotos: Camila Vieira 

D.I.Y : Luminária de Crochê

Essa luminária feita de crochê é uma das mais lindas que já vi, e quem segue nossa página no Facebook há algum tempo, já deve ter visto ela por lá.

Mas uma coisa assim tão perfeita merece um post especial aqui no blog, assim todo mundo pode ver e compartilhar.

Esse projeto é de um site suíço então tentarei na medida do possível repassar aquilo que entendi do passo a passo.

Materiais:

Mandalas de crochê em diferentes tons;

• Kit para pendente (canopla, fio e soquete);

• 1 bexiga grande;

• Jornal para proteger o local de trabalho;

• Vasilha para imergir o crochê na cola e uma para apoiar a bexiga;

• Cola branca diluída.

Mode de Fazer:

Encha a bexiga e a apoie em uma xícara ou pote, sobre uma mesa ou bancada forrada com o jornal. Imerja as mandalas de crochê na cola diluída e vá dispondo-as sobre a bexiga (a dica aqui é centralizar uma das mandalas com abertura no centro que fará o acabamento na lâmpada e depois ir sobrepondo as demais mandalas)

Espere secar completamente, estore a bexiga e vá retirando ela do crochê delicadamente.

Encaixe a cúpula de crochê no kit para pendente com muito cuidado. Dê preferencia para lâmpadas frias e não deixe que a mesma encoste no crochê.

O efeito é lindo e super romântico, além do fato de você poder aplicar esse mesmo passo a passo para qualquer tecido que queira, dando preferência aos 100% algodão que tem pouca elásticidade e absorvem melhor a cola.

Gostou do nosso passo a passo? Então comenta!

Projeto Original: Calinas via ApartamentTherapy

 

D.I.Y : Vasos Forrados Com Tecido

Olá, olha eu aqui novamente para apresentar outra categoria do blog que acaba de nascer.
O D.I.Y será nosso passo a passo semanal que vai mostrar como reformar ou dar uma cara nova a móveis, objetos, roupas e o que mais eu encontrar por ai e achar legal para compartilhar com vocês.
Nossa estreia vai ser com um passo a passo bem simples de como forrar vasinhos de barro, que podem ser usados depois como porta-cacarecos, organizador de talheres em dia de festa e tantas outras coisas que a sua imaginação permitir.

MATERIAIS:

• Vaso de barro;
• Cola branca (tipo cascorez) levemente diluída;
• Pincel médio macio;
• Retalhos de tecidos de algodão.

Modo de Fazer: 

Limpe os vasos com um pano úmido, espalhe a cola com o pincel e vá colando o tecido por partes.
Dica: Escolher tecidos com desenhos abstratos ou florais ajuda a disfarçar as emendas.
Para finalizar e selar o tecido passe cola branca sobre toda a área e espere secar.

Olha que maravilha que eles ficaram.

E ai gostou do post? Então não esquece de comentar

Post Original: Under The Sycamore

 

Estante de Engradado Express

Encontrei no Blog Jardinaria um post ensinando como  reutilizar caixas de fruta tipo engradado para construir uma mesinha de apoio ou estante super charmosa.

Achei perfeita a idéia e resolvi colocar aqui pra vocês verem como é fácil de fazer.

Mãos a obra pessoal!

O que você vai precisar:
• 1 caixa plástica de frutas
• 4 pés-palito
• 4 porcas e 4 arruelas
• 1 tampo de madeira de 6 mm de espessura
• 4 suportes de plástico para prateleiras
• 4 parafusos pequenos
• 1 serra

Passo a passo:
1. Peça a um marceneiro para cortar um tampo de madeira com bordas arredondadas e folga de 1,5 cm em todo o entorno da caixa.
O tampo vai cobrir a abertura da caixa (ao mantê-la na posição original, evita-se que ela entorte com o peso).
2. Com uma serra, faça um recorte retangular em uma das laterais da caixa: essa será a abertura da estante.
3. Prenda os pés nos cantos inferiores usando as porcas e arruelas. Caso os pés não tenham parafusos, peça ao marceneiro que os coloque ou faça você mesmo: fure os pés, encaixe os parafusos e corte-os com uma margem de 1,5 cm de altura para fora do pé. Coloque a arruela e a porca.

4. Vire o tampo sobre uma superfície plana e coloque a caixa invertida sobre ele. Risque com um lápis o contorno da caixa sobre o tampo para saber onde colocar os suportes de prateleira, que irão fixar o tampo sobre a caixa para que ele não deslize.

E Voilà aqui está mesa de apoio/estante express ecologicamente correta!

Não precisa tanta desenvoltura pra fazer não é mesmo? E de quebra você recicla e ajuda o meio ambiente perfeito!

Veja também outras idéias bacanas de reciclagem de caixas engradado no post Remobiliando Caixas de Feira.

Conheça também a linha de móveis alternativos do Remobília!!!