Antes e Depois: Cristaleira de Alma Nova

Antes e Depois remobilia_cristaleira de alma nova

Olá meus queridos, estou em débito com vocês.

Ontem infelizmente não deu para publicar nosso post especial diário porque eu estava com uma dor de cabeça de cão e não conseguia achar inspiração para escrever.

Hoje por sua vez a dor de cabeça deu lugar a uma terrível irritação no nariz e na garganta, tô gripando, mas eu me aguento, porque não vou deixar vocês na mão, de novo.

No Antes e Depois da semana passada mostramos como dar uma colorida no mobiliário, branco básico, pode fazer toda a diferença, e hoje vamos presenciar uma mudança radical de um móvel antigo que ganhou uma alma nova com uma cor vibrante e uma estampa inspiradora.

Este post é original do blog Sawdust and Embryos chefiado pela Beth e que sempre tem várias repaginadas interessantes pra gente se inspirar.

Nesse, ela estava super inspirada pela cor chave do ano passado o Tangerine Tango  e resolveu botar a mão na massa para dar uma repaginada em uma cristaleira chinesa que ela conseguiu comprar em uma loja de usados, pela bagatela de $40,00 pratas, sério eu tô morando no país errado para essas coisas, se fosse aqui não saía por menos de R$1.000,00.

Pra dar uma personalizada a mais ao invés de colocar tecido no fundo da cristaleira, com estamos acostumados a ver, a Beth criou sua própria estampa inspirada em um pattern bem anos 60.

TangerineTango-791x1024_thumb[1]

Veja que linda transformação.

orange hutch makeover beth_betterafter P3233027_thumb P3233029_thumb[1] P3243031_thumb P3273049_thumb P3283098_thumb[1] P3283100_thumb P3283106_thumb P3283108_thumb

Nem parece a mesma peça não é mesmo? A pintura no móvel ela vez com tinta esmalte semi-brilho na base do rolinho mesmo, só foi preciso lixar bem e passar uma demão de base preparadora. O painel ela fez em uma placa de madeira de 3 mm.

deloris[5]

Sei que muita gente defende a ideia de mantermos as peças originais, concordo em parte com isso, mas não deixo de achar que essa nova cara é muito mais atual e impactante como peça chave para quem quer uma decoração mais jovem e despojada.

Comenta aqui embaixo o que você achou, eu vou adorar!

 

Antes e Depois: Aparadores Improvisados

Ser você também acha que um aparador é capaz de dar um charme todo especial a decoração, acredite em mim, quase tudo pode virar um aparador, sem que você precise investir muito pra isso.

Separei aqui algumas ideias super bacanas e fáceis de fazer, veja se você não tem alguns desses itens em casa e monte seu aparador charmozinho para decorar o hall de entrada, o corredor ou a sala de estar no melhor estilo remobília de ser.

Aqui duas banquetas antigas ganharam uma pintura pink e um reforço que pode ser usado como prateleira, bastou isso e uma tábua de pinus envernizada, para ter um aparador que de quebra pode servir como mesa de trabalho.

Aqui a persiana virou o tampo do aparador com pézinhos torneados, que por sua vez,  podem ser reutilizados de uma banqueta velha.

E quem diria que a tábua de passar de madeira, que estava prestes a ir para o lixo, poderia se transformar nessa bela opção de aparador? Bastou um pouco de tinta e ela será útil por muito tempo ainda.

Os pézinhos da máquina  de costura Singer, nossos velhos conhecidos, não poderiam ficar de fora. Aqui eles também receberam uma bela pintura e um tampo de vidro que garante seu uso como um aparador super nostálgico

E ai gostou? Então comenta!

Ah! Se você também está fazendo sua remobília em casa, não esquece de enviar pra gente, ou  por mensagem lá na nossa Fan Page do Facebook ou por e-mail estudio.remobilia@gmail.com.

 

Antes e Depois: Reforma com Tinta Spray e Chita

A um mês atrás, recebemos a incumbência de dar uma cara nova a uma mesa  de centro renegada, que seria publicado na Revista Minha Casa no mês de Abril.

De cara já dei a sugestão de pintarmos a peça e usarmos um tampo de vidro decorado com chita, mas como o tampo da peça tem um desenho sinuoso o custo da reforma ficaria muito alto só pelo corte especial do vidro.

Daí surgiu a ideia de usarmos um tampo de MDF mesmo e revesti-lo com a chita, problema resolvido botamos a mão na massa. 

Como a peça era antes:

A reforma foi bem simples, levamos a peça ao marceneiro que fez o tampo no  mesmo dia e nos cobrou R$20,00.

Para a reforma da peça usamos lixas #60 e #120, Tinta Spray Branco Fosco da Suvinil para a base e a Tinta Spray Azul Safira da Suvinil para colorir.

Para pintar corretamente, basta seguir as orientações da embalagem.

No tampo aplicamos a chita com sobra de 5 cm para cada lado usando cola branca espalhada com um  rolinho de espuma, para dar o acabamento nas curvas fizemos pequenos cortes na parte de trás do tecido e fomos modelando as curvas.

Por fim só foi esperar secar e passar o Spray Impermeabilizante de Tecidos.

Vejam como ela focou depois:

Quanta diferença não é mesmo? Essa é a nova categoria do Remobília, no Antes e Depois vamos mostrar pra vocês que nunca devemos desistir de um móvel antigo, eles ainda podem se tornar uma peça chave na decoração da sua casa!

Imagens Revista Minha Casa