Antes-Depois-Parede-de-Tijolos-Blog-Remobilia-3

Parede de Tijolinhos com Papel de Parede Adesivo

Já faz um tempinho que eu e o Vinicius procurávamos um cantinho pra chamar de nosso estúdio. Gravar os vídeos para o canal do YouTube aqui em casa sempre foi muito cansativo, sobretudo pela falta de espaço, além do stress de ter que ficar de olho no Arthur e na Alanis para que eles não se enrolassem no monte de fios espalhados pela casa.

Basicamente por esse motivo, que no final das costas, nós simplesmente paramos de produzir material em vídeo, ao menos até que conseguíssemos um espaço só pra fazer isso.

Continue reading…

Capa-2-Cafofo-Remobilia-Estilo-Collage

Apêzinho Collage Style na Espanha

Depois de muito tempo, cá estou eu para compartilhar um cafofo lindo com vocês que não é o meu, rs! Como de costume, nesse cafofo situado na Espanha, é a mistura de cores, estilos e materiais que fazem dele um perfeito cafofo Remobília!

Embora a gente saiba que não basta só sair misturando tudo à torto e direito pra se ter uma decoração bacana, nunca ficou muito claro pra mim como definir este estilo, tão amado e compartilhado nesse bloguinho.

Mas foi justamente em uma matéria, falando desse cafofo que eu encontrei finalmente a definição perfeita para esta mistureba primorosa que a gente tanto ama.

Continue reading…

Minha-casa-Meu-Container-Blog-Remobilia-3

Minha Casa Meu Container – Home office, Sala e Cozinha

Se ontem foi a vez de contar um pouquinho da história do nosso cafofo e como ele é todo vistosinho e cheio de verde por fora, hoje eu quero mostrar todo o colorido e bossa nova envolvida na decoração do home office, sala e cozinha, que na verdade são uma coisa só.

Sempre gostei de ambientes integrados, tipo loft, manja? Então na hora de definir como seria a disposição dos cômodos da casa, uma possível parede entre a sala e a cozinha, nunca chegou a existir.

Assim, com tudo tudo junto e misturado, foi possível criar um ambiente “amplo”, cheio de ideias de faça você mesmo que foram sendo desenvolvidas aos poucos.

Se eu tivesse que escolher qual o detalhe que mais gosto, nunca chegaria a uma resposta, sério! Aqui o que se destaca é o conjunto da obra! 😜

Nosso home office, não teria o mesmo charme sem o papel de parede da Bobinex, e apesar das medidas super reduzidas, descobrir que a cristaleira e mesinha de escritório do Meu Móvel de Madeira se encaixariam perfeitamente ali, foi tipo, AI MEU DEUS!

Cadeiras, poltronas, mimos e detalhes, são fruto de garimpos, repaginadas, presentes e achados que definem o meu estilo, “manda mais, que tá pouco” de decorar.

Na sala de estar, ou melhor, no cantinho do sofá, outro achado. Nosso mini sofá na medida de 40×130 cm é da Essência Móveis de Design que customizou o patchwork em tons de cinza, do jeitinho que eu queria, como não amar?! Já a nossa galeria, ganha novos detalhes e muda de forma, várias vezes, conforme o meu humor. Essa é vantagem e usar adesivos no lugar de pregos! 😉

Minha-casa-Meu-Container-Blog-Remobilia-1

Nossa mesa de jantar você já viu como foi feita, nesse post aqui, o aparador que virou dispensa a gente já apresentou, outro item Meu Móvel de Madeira na nossa vida que já passou por uma repaginação e agora voltou ao seu estilo original. Assim como a solução que incluiu a máquina de lavar no espaço da cozinha, facilitando a vida dessa blogueira, de um jeito que vocês não acreditam!🙌

Minha-casa-Meu-Container-Blog-Remobilia-2

Na cozinha, os engradados embaixo do aparador servem pra guardar, produtos de limpeza e materiais de pintura de um lado e do outro, brinquedinhos e a ração da Mel. Embaixo do gabinete da pia ficam os item de cozinha que raramente uso, até por isso, estou pensando em me desfazer deles logo de uma vez.

Temos banquetinhas extras para dias de festa e o fato delas serem dobráveis ajude um montão a manter o espaço, mas não tem detalhe mais amado nessa minha cozinha do que a combinação do lambe-lambe com a cortina de fuxico da minha vó. Isso ninguém nunca vai ter tem igual, até por que a Leite.com, de onde vem os lambes, não existe mais, buáááh 😭 Pra fechar, tem o meu fogão retrô amarelinho, sonho de consumo de uma vida, que é da Venax e é super baratinho!

Enfim, é tanta coisa que não dá pra falar de tudo, se não fica chato, então se você tiver alguma dúvida ou quiser saber de onde vem algum detalhe, é só escrever aqui nos comentários.

Ah! Fiquei de falar um pouquinho sobre a temperatura da casa, né?! Pra que ainda não sabe, as paredes internas da casa são feitas de drywall com forro de lá de vidro, o que mantem a temperatura da casa estável, mas tenho que confessar que com essa nossa atual estação “eutono-inferno” tá bem quente por aqui. Sobretudo por que retiramos a cobertura do deck, para trocar o pergolado, responsável até então pela sombrinha do ambiente. Sem ele o sol invade a sala e complica a situação. Mas a gente vai resolver isso nesse feriado, sem falta!

Bem, acho que é tudo por hoje, no próximo post eu vou mostrar como ficaram os quartos e banheiros. Beijos! 😘

meu-cafofo-remobilia-casa-container-3

Minha Casa, Meu Container Fase 3

Já faz um tempão desde a última vez que mostrei mais detalhes do nosso cafofo por aqui, o pessoal nos cometários sempre me cobra, e eu nunca me animava a publicar nada novo eu sei, mas só por que estava esperando o momento certo de compartilhar com todos vocês, todas as transformações que o nosso cafofo sofreu nos últimos meses.

Tá certo que quem acompanha a gente lá no Instagram, volta e meia tem um gostinho de como ele é e de vez em quando até acompanha uma repaginada ali, uma transformada acolá, então é bom você seguir a gente por lá também, pra ver as coisas sempre em primeira mão!

Pois bem, lá no comecinho, nosso cafofo não passava de dois contêineres empilhados, como você pode ver aqui! Mas logo vieram as portas… o Arthur e alguns meses pagando aluguel sem sobrar grana nenhuma pra investir em nada, até que finalmente tomamos coragem, pegamos uma grana e finalizamos o primeiro andar, pra nos mudarmos logo em seguida e sair de vez do aluguel.

Uma época de muito improviso, me amor! Pra você ter uma ideia, nem pia da cozinha existia, o Vinicius criou a nossa, usando uma mesinha de madeira e uma saladeira, expert em gambiologias como já eu disse, mas logo nosso gabinete chegou, e todos os outros detalhes da casa foram sendo criados, reformados e remobíliados aos poucos, para compor o que é hoje, o nosso cafofo amado.

Agora nosso jardim até já se parece com um de fato, nossa amoreira está grande de vistosa, acho que teremos geleia da casa este ano, e as coisas andam bem por aqui.

SAMSUNG CAMERA PICTURESSAMSUNG CAMERA PICTURESSAMSUNG CAMERA PICTURES

A primeira coisa que fizemos quando batemos o martelo definindo que iriamos mesmo construir nossa casa usando contêineres, foi dividir o projeto em fases, a fim de otimizar o nosso tempo e concentrar nossas energias em uma coisa por vez.

A primeira etapa foi definir a planta e procurar um arquiteto para transpassar nosso projeto para as normas da prefeitura a fim de aprovar o projeto. Isso levou alguns meses e nesse tempo, já fomos adiantando a fundação para a fixar os contêineres, mas essa história eu já contei em outro post.

A segunda etapa foi finalizar toda a estrutura externa, fixar portas e janelas, tratar e pintar o contêiner, assim como cobrir a área externa com o gramado, postei tudo aqui!

A terceira etapa seria finalizar toda parte interna com o forro de drywall termo acústica, finalizar a parte elétrica e hidráulica e por mobiliar toda a casa. Foi exatamente essa fase que acabamos de concluir! E eu estou super animada em mostrar tudo pra vocês, ao longo da semana!

Ah! Sobre a pergunta que a Aline Araújo, fez lá no Facebook, sim, construir nosso sobradinho de contêineres, saiu muito mais barato do que fazer de alvenaria, sobretudo no quesito valor de mão de obra. O contêiner inferior de 12 metros custou pra gente na época R$ 6.000,00 e o superior de 6 metros R$ 4.000,00, foram mais R$ 800,00 de frete e R$ 700,00 do guindaste, somamos isso ao valor para preparar a fundação que foi de R$ 650,00, mais o valor das portas e janelas mais a mão de obra da instalação que ficou em R$ 5.000,00 temos um total de R$ 17.000,00, para fazer a estrutura da casa, sem acabamento. Só a nível de comparação, segundo o meu vizinho, ele teve um gasto de aproximadamente R$ 30,000,00 só com a parte de ferragens estruturais, para fazer um sobrado parecido com o nosso.

No próximo post vou falar sobre o acabamento interno, questões de temperatura e tudo mais. Beijocas!! 😘

Tem alguma dúvida que gostaria de tirar? Então escreve aqui nos cometários! 😉

cadeira-forrada-com-chita-Blog-Remobilia-3

Repaginei Minha Cadeira com Chita!

Na semana passada finalmente resolvi colocar em prática um projetinho que já estava na minha listinha a muito tempo.

Comprei minha cadeira do escritório, naquela mesma loja de usados mágica, já citada aqui tantas vezes, e sempre fui apaixonada por ela, colecionando ideias de como deixá-la ainda mais bonita. Pensei em forrar a peça de pompons, como nessa ideia aqui, como também em decorar as costas dela com fuxicos, como eu fiz na luminária do quarto do Arthur.

Mas como vocês já devem ter notado, eu sempre acabo me perdendo no meio de todas essas possibilidades, então demora uma eternidade pra me decidir por apenas uma delas. Mas aí eu ganhei uma chita maravilhosa do pessoal da Manah, e de cara já  sabia que a minha cadeirinha amada finalmente ia receber a atenção merecida, nascendo na minha cabeça um belo projetinho de envelopagem.

Já fiz vários trabalhos com colagem de tecido, nesse quesito, não existe nenhum melhor que a chita, sério! Parece que ela foi feita pra isso mesmo. Ela absorve a cola de um jeito fantástico, tem pouca elasticidade, então o tecido não fica tencionado e o estiramento da hora de cobrir qualquer superfícies planas é perfeito! No final, foi TÃO fácil aplicar o tecido na cadeira que até agora eu não tô acreditando.

Bastou juntar um pouco de cola levemente diluída, só pra facilitar a aplicação com o pincel, o tecido escolhido, cortado mais ou menos na medida da área a ser coberta e começar a colagem. Tinha até separado nossa espátula, mas acabou que a gente nem usou e foi aplicando com a mão mesmo, começando pelo centro da peça e depois indo pra as laterais, simples assim!

cadeira-forrada-com-chita-Blog-Remobilia

Depois de colar tudo e fazer o acabamento nas laterais cortando o excesso de tecido, foi a hora de selar tudo com uma bela demão de cola sobre o tecido. Daí só só esperar secar e a peça estava pronta!

cadeira-forrada-com-chita-home-office-Blog-Remobilia4
O cantinho que já era alegre e cheio de cor, ficou ainda mais florido e colorido, do jeito que eu gosto! E se você quer ver outras inspirações lindas com chita, clica aqui que tem mais!

Ah! E na segunda-feira volta aqui que vai rolar um tour completo pelo cafofo, mostrando todos os cantinhos da casa e todas as ideias Remobílias que colocamos em prática por aqui! 😘

Decor-de-Vitrine-Visual-Merchandinsing-blo-remobilia

Decor de Vitrine #01

Nos últimos tempos tenho pensado muito em coisas novas que quero fazer na minha vida. São mais de 6 anos de blog e de lá pra cá muita coisa mudou em mim. Deixei meu trabalho para me dedicar a este espaço e ao Arthur de forma integralmente, mas como toda pessoa que precisa sempre de novos estímulos, acho que está na hora de algo novo.

Reformei e repaginei muita coisa dos últimos meses, dedicando mais tempo a colocar a mão na massa ao invés de “só” pesquisar e escrever para o blog. Me matriculei num curso de decoração e conheci um monte de gente maravilhosa.

No momento estou dividida entre criar de uma vez por todas o Estúdio Remobília, dedicado a prestar consultoria em decoração criativa e alternativa, assim como, reformas e restaurações de pequenos móveis, ou focar no editorial e aceitar a proposta de escrever para outros canais, seguindo por uma linha mais jornalística.

É certo que não vou conseguir fazer as duas coisas ao mesmo tempo, já que eu também gostaria de achar um tempo para me dedicar a criar conteúdo em vídeo para o nosso canal no Youtube novamente. Me sinto empacada, entre muitas possibilidades, mas sem saber ao certo pra que lado seguir.

Pra deixar as coisas ainda mais embaralhadas na cabeça, ando super pensado em fazer um curso de Visual Merchandising, uma paixão antiga que foi despertada enquanto estava lá no curso de decoração.

Acho que as ideias mais maravilhosas para uma decoração fora da caixa são aquelas que misturam um pouco do tom da cenografia teatral, nas composições, e as vitrines das lojas estão cheias disso.

Tá entendendo como funciona a cabeça de uma pessoa extremamente ansiosa, que está prestes a completar 33 anos e não faz ideia do que fazer da vida?! Aff…

Mas enquanto eu vou me desenrolando aqui nas minhas escolhas, resolvi compartilhar um pouco de Decor de Vitrine com vocês, criando uma nova categoria nesse bloguinho, dedicada a explorar novas possibilidades na decor do meu e do seu cafofo :)

Detalhes-Decor-de-Vitrine

Juntei nessa primeira galeria algumas ideias simples que você pode colocar em prática em vários cantinhos da casa, seja para repaginar a sua bike com muita cor, criar um pendente de gaiolas na sala, um lustre de cartolas, pipas coloridas para enfeitar o quarto do seu filho, ou uma moldura de desenho no espelho do lavabo.

Pegar essas referências e aplicar na decoração da casa é algo que todo mundo pode fazer, elas estão ali justamente pra encher os nossos olhos, e estimular nossos sentidos, tudo que a gente precisa dentro de casa também.

Gostou da ideia de termos essa nova categoria? Tem outra coisa que você gostaria de ver,  por aqui? Fala pra mim, aqui nos cometários 😉

antes-e-depois-cadeira-criado-mudo-3

Meu Criado Mudo Feito com Cadeiras

Voltando para nossa série que vai apresentar todos os detalhes que a gente criou para o nosso quarto, hoje é a fez de mostrar como duas cadeiras de ambulatório se transformaram em nossos criados mudos.

A primeira coisa é contar um pouco da história dessas cadeiras. Pois bem, aqui perto de casa existe uma loja de usados gigante, e apesar do foco deles ser a venda de móveis para escritório, lá no fundo da loja, é onde a gente sempre acha as coisas mais interessantes. Já fizemos aliás, vários achados por lá, como uma Cadeira Serie 7 – Arne Jacobsen, que foi deixada lá pra ser reformada e a pessoa nunca voltou para buscar, sem falar que a maioria das cadeiras e poltronas dessa casa são de lá mesmo.

As cadeiras em questão, tem uma história muito mais legal, já que elas faziam parte do acervo de peças do Hospital das Clínicas lá dos anos 80 e que de algum forma foi parar no meio de um galpão cheio de cadeiras de escritório, mas quando eu bati o olho nelas, já sabia que iriam ficar lindas depois de um banho de cor. Pagamos R$ 15,00 em cada uma, se não me engano, e trouxemos elas pra casa.

Demorou 4 anos para que eu voltasse a tira-las de um cantinho também empoeirado do nosso ateliê, e resolvesse que era hora delas brilharem novamente. O resultado, foi esse antes e depois, inacreditavelmente simples.antes-e-depois-cadeira-criado-mudo

Antes de iniciar a pintura, dei uma bela lixada na peça usando Lixa de ferro – Nº 60. Depois disso, passei um paninho com água ráz, para tirar todo o resíduo.

O banho de cor ficou por conta da tinta amarela brilhante da Coralit, que a gente aplicou usando nosso mais novo brinquedo preferido, a pistola pulverizadora da Wagner.

Duas demão foram suficientes para deixar as cadeirinhas lindonas, e prontas para ocupar o seu novo posto no cafofo do Remobília.

Ainda vai entrar um cestinho de fibra ali embaixo, para guardar coisinhas e quem sabe até consiga colocar uma gavetinha ali também.

A ideia de transformar a cadeira em criado mudo, veio dessas muitas inspirações que eu já tinha visto no Pinterest. Aproveita pra seguir a gente por lá também e conferir todos os nossos boards maravilhosos! Depois eu volto pra mostrar como criamos essa parede de cimento queimado, linda de viver 😉

Closet-Decorado-Blog-Remobilia-3

Inspiração do Dia #200

Já que nos últimos tempos, a grana tá curta pra todo mundo, principalmente para se gastar em móveis e decoração, resolvi mostrar na nossa inspiração do dia de número 200, uma ideia super simples, pra você que tá precisando muito dar uma repaginada no guarda-roupa, já que comprar um novo, está fora de questão.

Na verdade, essa proposta funciona não só para o guarda-roupa, você pode usar a mesma ideia pra dar uma cara nova a qualquer coisa que você tenha em casa. Com a vantagem de poder dar um colorido novo aquele cantinho sem graça, gastando bem pouco.

Os materiais podem ser os mais diversos, você pode começar tentando reaproveitar o que você já tem em casa, como restos de tinta, retalhos de tecido, sobras de papel de parede, e por aí vai.

Começamos pelos closets, que depois de repaginados, vão dar um up na decoração do seu quarto. Aproveitando que as medidas são mais reduzidas que de uma parede, o investimento em papel de parede, pode valer a pena, e você pode criar um painel lindo como esse vermelho que a gente colocou na galeria.
Closet-Decorado-Blog-Remobilia

Usando adesivo vinílico, você pode criar geometrias, sem se preocupar com a bagunça que a tinta faz, e se você quiser trabalhar com tecido. Brincar com um patchwork será a melhor forma de economizar, já que pra isso você pode comprar várias pontas de tecidos, geralmente bem mais em conta, do que o rolo fechado.

Mas, se você tem um guarda-roupa daquelas modelos antigos, garimpado ou herdado, pode ser a chance de fazer algo mais único e manual. Capriche na lixada, use tintas acrílicas, e depois sele com verniz.

Comece aos pouquinhos, e se as tuas habilidades manuais não forem das mais perfeitas, vai de stencil mesmo. O importante é colocar a mão na massa,!  Você vai ver que, no final, mesmo que o acabamento não fique dos melhores, sempre existirá aquele gostinho de algo feito por você, e que só você tem.

Guarda-Roupa-Decorado-Blog-Remobilia 3

Fonte: 1 |  | 3 | 4 | 5 | 6 | 7

Afinal de contas, a gente não quer só economizar, a gente quer ter na nossa casa, algo com a nossa cara, e com uma bela história pra contar, mesmo que seja como você se atrapalhou toda com o papel de parede e quase se colou junto na porta, não que isso tenha acontecido comigo 😛 O importante mesmo é você se divertir, fazer desse momento, de decorar a casa, algo prazeroso, cheio de boas energias 😉