Potinhos-de-vidro-com-capinhas-de-croche-blog-remobilia-1

Inspiração do Dia #205

Pra quem ainda não reparou, estamos cheios de novas colaboradoras por qui, cada uma delas trazendo diferentes linhas de trabalho e usos de materiais, mas todas com o mesmo objeto: Mostrar que todo mundo pode deixar a casa mais bonita e criativa, botando a mão na massa.

Hoje vamos conhecer mais uma delas, nossa crocheteira oficial Eliane Souza, que vai trazer muitas ideias de mimos, repaginadas e reaproveitamentos lindos que você pode fazer, usando o tricô e o crochê como ferramenta! Pedi pra que ela colocasse em prática uma inspiração que achei lá no Pinterest, mostrando justamente como uma simples capinha de crochê pode transformar vidrinhos usados de geleia e conservas em porta-trecos e até luminárias, super fofas. Olha só!

Potinhos-de-vidro-com-capinhas-de-croche-blog-remobilia

Fonte:  1 | 2 | 3 | 4

Well, here we go!

Sou paranaense, mas criada no interior de São Paulo, 27 anos. Aprendi crochê e tricô aos 10 anos de idade num lugar chamado A Casa do Pequeno Trabalhador, que a minha mãe me obrigou a frequentar, rs!

Nunca trabalhei realmente com os dois, só pequenas encomendas mesmo, até agora… Acabo de abrir uma empresa chamada A CROCHETERIA e vamos ver no que é que dá.

Eu realmente AMO crochê, não consigo me imaginar sem ele!

Estou enviando as imagens das capas de vidrinhos que eu fiz hoje, usei, inclusive, minhas sobras de linha. Fiz bem simples, assim qualquer um que tenha o mínimo de prática em crochet vai poder fazer em casa também… Espero que gostem!

Fazer as capinhas foi emocionante, me senti como se fosse uma neurocirurgiã em ação. Hahaha! Sério, foi bem legal e uma big responsabilidade, afinal eu sou fã do Remobília! 😉

Potinhos-de-vidro-com-capinhas-de-croche-blog-remobilia-2

Bom, espero poder mostrar que crochê não é nenhum bicho de 7 cabeças e que, com o mínimo de pratica, dá pra fazer muita coisa útil e bonita pra casa.

 

perfil eliane

Mesinha-Bobina-Dobradura-3D-faca-voce-mesmo-Blog-Remobilia-3

Mesinha de Carretel 3D de Papel!!

E seguimos com o desafio dos projetos com bobinas. Este é um modelo de mesinha de apoio, inspirado nos Garden Seat, a nova sensação da decoração. Confesso que sempre quis ter um em casa, mas não encontrava lugar para colocá-lo, e como o preço não é dos mais em conta, acabei deixando a ideia em stand by.

Pensando em referências para criar um outro projeto com bobinas, as inspirações de horas de Pinterest se uniram na minha cabeça e da junção do Garden Seat e de umas dobraduras com desenhos geométricos para fazer vasinhos, surgiu o nosso segundo projeto com bobinas. Acompanhe o passo a passo então.

Materiais:

  • 02 bobinas pequenas
  • Parafusos pequenos
  • Tesoura
  • Fita dupla face
  • Lápis e régua
  • Papel colorido (pode ser colorplus, cartolina)
  • Tinta (acrílica ou pva)
  • Tampo de espelho
  • 04 Rodinhas de silicone

O processo de preparo das bobinas é o mesmo do passo-a-passo anterior, faça a pintura da cor de sua preferência, aguarde secar e parafuse as bases unindo as duas bobinas, de preferência parafuse em 04 pontos para dar mais resistência a peça.

Em seguida parafuse as rodinhas para facilitar o manuseamento das bobinas quando for colocar o papel em volta.

Para fazer a dobradura usei uma inspiração do Pinterest que vou compartilhar com vocês. Existem outros modelos, alguns bem mais complexos, mas achei que este seria ideal para a mesinha.

No maior comprimento da folha para dobradura, faça linhas horizontais, lembrando que o espaçamento entre elas é você que define, pois isso irá interferir na quantidade de dobras e detalhes que sua peça terá. Neste caso usei um espaçamento de 10cm. Após fazer as linhas horizontais na folha inteira, faça linhas na diagonal, usei um espaçamento de 20cm, formando triângulos. Com os traços finalizados, é hora de começar a dobrar. Dobre as linhas diagonais para o lado onde a folha foi riscada. Faça isso nos dois sentidos. Em seguida vire a folha e faça as dobras horizontais. Quando você for fechar a folha contornando as bobinas, as dobras vão criando forma, de modo que as linhas horizontais ficarão para trás e os triângulos para frente. Adorei este efeito 3D com as dobraduras.

Mesinha-Bobina-Dobradura-3D-faca-voce-mesmo-Blog-Remobilia

Para fixar o papel nas bobinas utilizei fita dupla face no tampo para colar as bordinhas. Em seguida finalize em com um tampo de sua preferência, eu utilizei o tampo de espelhos para combinar com a outra mesinha que tenho no quarto.

Mesinha-Bobina-Dobradura-3D-faca-voce-mesmo-Blog-Remobilia2

Estou in love com a minha nova mesinha, achei que ficou super moderninha com este efeito 3D.

E você o que achou?

Colaboradora-Camila-Vieira

Minha-casa-Meu-Container-Blog-Remobilia-4

Minha Casa, Meu Container | Quartos

Depois de mostrar como nosso cafofo é por fora, e de te dar um gostinho de como ele é por dentro, chegou a hora de revelar o melhor lugar da casa, ou ao menos, aquele em que a gente passa a maior parte do tempo, mesmo que só dormindo. 😜

Há bem pouco tempo, a família Remobília dividia o mesmo quarto, apertados mas ainda sim felizes, já que quando nos mudamos, somente o térreo estava “finalizado”. A abertura para a escada e a montagem do nosso quarto junto do terraço, no primeiro andar, ficou para uma outra hora, quando o momento e a grana fossem propícios.

Levou um tempinho, cerca de 2 anos, pra isso acontecer, mas como vocês já devem ter visto em postagens anteriores, finalmente temos um cantinho só nosso, e o Arthur tem agora muito mais espaço para as suas traquinagens, em um quarto só dele também.

As coisas demoraram um pouquinho a mais do que o esperado, sobretudo pelo desafio de achar um modelo de escada com um preço acessível, que ocupasse pouco espaço, e não comprometesse a circulação em nenhum dos ambiente.

Depois de muito pesquisar, acabamos escolhendo uma Santos Dumont de madeira que veio do Paraná, com um preço muito mais em conta do que qualquer um dos modelos encontrados aqui em São Paulo.

Assim sendo, sem comprometer o espaço do ambiente com a escada, foi possível criar vários cantinhos especiais para o Arthur brincar.

Cama e guarda-roupa já eram uma coisa só, daquele jeitinho que mostramos para você nesse post aqui. Agora o cantinho para os brinquedos e a mesinha de atividade é bem maior que antes e de sobra deu pra criar um espaço pra desenhar, com adesivo de lousa, e um cantinho de leitura, aproveitando a área embaixo da escada.

Minha-casa-Meu-Container-Blog-Remobilia-Quartos

No banheiro pouca coisa mudou, além da cuba que agora não é mais aquela de fuxico, mas sim uma outra saladeira colorida com tinta spray 😃

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Enfim, chegou a hora de mostrar todos os detalhes no nosso quarto recém finalizado.

Pra quem segue a gente lá no Instagram a montagem do nosso quarto começou logo no finalzinho do ano. Todo o passo a passo da montagem com drywall, assentamento de piso e pintura, demorou cerca de 1 mês e meio para ficar pronto, contando que no caminho eu quebrei meu braço, e as coisas andaram um pouco mais devagar até eu me recuperar.

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Quanto a decoração, depois que eu instalei cortinas azuis, cheias de passarinhos, na nossa sala, o Vinícius viu que ele tinha perdido completamente o controle do frufru por aqui, então eu prometi que no quarto poderíamos trabalhar com uma paleta mais “Homens da Casa”, assim a combinação de vermelho, amarelo e turquesa deu lugar a uma paleta de amarelo, cinza e preto.

Como vocês já devem ter percebido, nesse quarto não tem guarda-roupa. No lugar dele, um aparador e uma estante do Meu Móvel de Madeira, fazem esse papel, assim, além de lindos, eles ocupam pouquíssimo espaço, o mais importante de tudo por aqui, pra completar, dentro da cama baú nós guardamos roupas de cama e cobertores.

Mas o detalhe que mais amo nessa parte da casa, além da moldura cabeceira adesivada você viu como fazer aqui, é dupla de cadeirinhas de lata que eu reformei, com passo a passo, e transforme em criado-mudo.

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Pois bem, depois de ver tudo o que a gente fez em tão poucos metros quadrados, resta dizer quanto nós gastamos com tudo no final das contas. Então aí vai uma listinha pra vocês, contando nossos maiores gastos para chegar no que hoje é o nosso sobradinho amado.

Térreo (home office, sala, cozinha, quarto e banheiro)

  • Drywall: R$ 3,500.
  • Piso, revestimentos e assentamento: R$ 1,800
  • Hidráulica: R$ 600,00
  • Elétrica: R$ 600,00
  • Pintura: R$ 1.200,00
  • Acabamento Portas e janelas: R$ 750,00

Total: R$ 8.450,00

Primeiro Andar (quarto casal)

  • Drywall: R$ 2.300,00
  • Piso e assentamento: R$ 700,00
  • Elétrica: R$ 300,00
  • Pintura: R$150,00
  • Vidros: R$ 350,00
  • Escada R$ 1.600,00.
  • Guarda-Corpo R$ 600,00

Total: R$ 6.000,00

Terraço

  • Estrutura: R$ 1.300,00
  • Painel Wall Eternit: R$ 1.500,00

Total: R$ 2.800,00

Sendo assim somando os R$ 17,000 da estrutura com os aproximadamente R$ R$ 17,300.00 de acabamento, nós gastamos aproximadamente R$ 34,250,00 para montar o nosso sobradinho. Lembrando que muita coisa foi a gente mesmo que fez, como montagem de drywall, elétrica, hidráulica e pintura, por exemplo. Isso fez com que o gasto com mão de obra fosse bem mais baixo do que seria normalmente. Além de que muitas coisas foram compradas em demolidoras, ao invés de lojas de construção, como portas e janelas.

No momento estamos trabalhando em uma proposta voltada justamente pra quem quer se aventurar nesse negócio de casa contêiner, mas não sabe nem por onde começar, vamos mostrar o caminho das pedras, pontos negativos, pontos positivos e tudo que você precisa saber antes de botar a mão na massa. Logo eu volto com novas notícias sobre o assunto pra vocês, Beijos! 😘

Minha-casa-Meu-Container-Blog-Remobilia-3

Minha Casa Meu Container – Home office, Sala e Cozinha

Se ontem foi a vez de contar um pouquinho da história do nosso cafofo e como ele é todo vistosinho e cheio de verde por fora, hoje eu quero mostrar todo o colorido e bossa nova envolvida na decoração do home office, sala e cozinha, que na verdade são uma coisa só.

Sempre gostei de ambientes integrados, tipo loft, manja? Então na hora de definir como seria a disposição dos cômodos da casa, uma possível parede entre a sala e a cozinha, nunca chegou a existir.

Assim, com tudo tudo junto e misturado, foi possível criar um ambiente “amplo”, cheio de ideias de faça você mesmo que foram sendo desenvolvidas aos poucos.

Se eu tivesse que escolher qual o detalhe que mais gosto, nunca chegaria a uma resposta, sério! Aqui o que se destaca é o conjunto da obra! 😜

Nosso home office, não teria o mesmo charme sem o papel de parede da Bobinex, e apesar das medidas super reduzidas, descobrir que a cristaleira e mesinha de escritório do Meu Móvel de Madeira se encaixariam perfeitamente ali, foi tipo, AI MEU DEUS!

Cadeiras, poltronas, mimos e detalhes, são fruto de garimpos, repaginadas, presentes e achados que definem o meu estilo, “manda mais, que tá pouco” de decorar.

Na sala de estar, ou melhor, no cantinho do sofá, outro achado. Nosso mini sofá na medida de 40×130 cm é da Essência Móveis de Design que customizou o patchwork em tons de cinza, do jeitinho que eu queria, como não amar?! Já a nossa galeria, ganha novos detalhes e muda de forma, várias vezes, conforme o meu humor. Essa é vantagem e usar adesivos no lugar de pregos! 😉

Minha-casa-Meu-Container-Blog-Remobilia-1

Nossa mesa de jantar você já viu como foi feita, nesse post aqui, o aparador que virou dispensa a gente já apresentou, outro item Meu Móvel de Madeira na nossa vida que já passou por uma repaginação e agora voltou ao seu estilo original. Assim como a solução que incluiu a máquina de lavar no espaço da cozinha, facilitando a vida dessa blogueira, de um jeito que vocês não acreditam!🙌

Minha-casa-Meu-Container-Blog-Remobilia-2

Na cozinha, os engradados embaixo do aparador servem pra guardar, produtos de limpeza e materiais de pintura de um lado e do outro, brinquedinhos e a ração da Mel. Embaixo do gabinete da pia ficam os item de cozinha que raramente uso, até por isso, estou pensando em me desfazer deles logo de uma vez.

Temos banquetinhas extras para dias de festa e o fato delas serem dobráveis ajude um montão a manter o espaço, mas não tem detalhe mais amado nessa minha cozinha do que a combinação do lambe-lambe com a cortina de fuxico da minha vó. Isso ninguém nunca vai ter tem igual, até por que a Leite.com, de onde vem os lambes, não existe mais, buáááh 😭 Pra fechar, tem o meu fogão retrô amarelinho, sonho de consumo de uma vida, que é da Venax e é super baratinho!

Enfim, é tanta coisa que não dá pra falar de tudo, se não fica chato, então se você tiver alguma dúvida ou quiser saber de onde vem algum detalhe, é só escrever aqui nos comentários.

Ah! Fiquei de falar um pouquinho sobre a temperatura da casa, né?! Pra que ainda não sabe, as paredes internas da casa são feitas de drywall com forro de lá de vidro, o que mantem a temperatura da casa estável, mas tenho que confessar que com essa nossa atual estação “eutono-inferno” tá bem quente por aqui. Sobretudo por que retiramos a cobertura do deck, para trocar o pergolado, responsável até então pela sombrinha do ambiente. Sem ele o sol invade a sala e complica a situação. Mas a gente vai resolver isso nesse feriado, sem falta!

Bem, acho que é tudo por hoje, no próximo post eu vou mostrar como ficaram os quartos e banheiros. Beijos! 😘

cadeira-forrada-com-chita-Blog-Remobilia-3

Repaginei Minha Cadeira com Chita!

Na semana passada finalmente resolvi colocar em prática um projetinho que já estava na minha listinha a muito tempo.

Comprei minha cadeira do escritório, naquela mesma loja de usados mágica, já citada aqui tantas vezes, e sempre fui apaixonada por ela, colecionando ideias de como deixá-la ainda mais bonita. Pensei em forrar a peça de pompons, como nessa ideia aqui, como também em decorar as costas dela com fuxicos, como eu fiz na luminária do quarto do Arthur.

Mas como vocês já devem ter notado, eu sempre acabo me perdendo no meio de todas essas possibilidades, então demora uma eternidade pra me decidir por apenas uma delas. Mas aí eu ganhei uma chita maravilhosa do pessoal da Manah, e de cara já  sabia que a minha cadeirinha amada finalmente ia receber a atenção merecida, nascendo na minha cabeça um belo projetinho de envelopagem.

Já fiz vários trabalhos com colagem de tecido, nesse quesito, não existe nenhum melhor que a chita, sério! Parece que ela foi feita pra isso mesmo. Ela absorve a cola de um jeito fantástico, tem pouca elasticidade, então o tecido não fica tencionado e o estiramento da hora de cobrir qualquer superfícies planas é perfeito! No final, foi TÃO fácil aplicar o tecido na cadeira que até agora eu não tô acreditando.

Bastou juntar um pouco de cola levemente diluída, só pra facilitar a aplicação com o pincel, o tecido escolhido, cortado mais ou menos na medida da área a ser coberta e começar a colagem. Tinha até separado nossa espátula, mas acabou que a gente nem usou e foi aplicando com a mão mesmo, começando pelo centro da peça e depois indo pra as laterais, simples assim!

cadeira-forrada-com-chita-Blog-Remobilia

Depois de colar tudo e fazer o acabamento nas laterais cortando o excesso de tecido, foi a hora de selar tudo com uma bela demão de cola sobre o tecido. Daí só só esperar secar e a peça estava pronta!

cadeira-forrada-com-chita-home-office-Blog-Remobilia4
O cantinho que já era alegre e cheio de cor, ficou ainda mais florido e colorido, do jeito que eu gosto! E se você quer ver outras inspirações lindas com chita, clica aqui que tem mais!

Ah! E na segunda-feira volta aqui que vai rolar um tour completo pelo cafofo, mostrando todos os cantinhos da casa e todas as ideias Remobílias que colocamos em prática por aqui! 😘

Antes-e-depois-Mesinha-de-Carretel-Blog-Remobília

Projetos com Bobina Parte 01 – Mesinha lateral com gavetas!

E o primeiro post da série CAFOFO 306 | DIY & DECOR tem um desafio mega criativo!

Passeando pela Leroy Merlin buscando algumas peças para fazer meu home office, me deparei com algumas bobinas vazias na prateleira. Mas não eram aquelas bobinas grandes que a galera aproveita para fazer mesa, mas sim uns carretéis pequenininhos, que estavam lá, tímidos, esperando alguma ideia remobilística.

Chegando em casa com quatro “bobininhas”, me lancei o desafio: criar peças de decoração para o apê, sem ficar com cara de bobina.

Pois é, quebrei um pouco a cabeça e daí surgiram 3 ideias que vocês poderão acompanhar ao longo do mês.

A primeira delas é a mesinha lateral com gavetas, com duas variações.

Materiais:

  • 02 bobinas pequenas
  • Parafusos pequenos
  • Papelão (daqueles mais firmes para fazer a base das gavetas)
  • Papel duplex ou triplex (que parece um papel cartão, só que mais reforçado)
  • Tecido colorido
  • Cola branca
  • Estilete e tesoura
  • 02 puxadores
  • Papel (pode ser colorplus, cartolina) para fazer o fundo da gaveta
  • Tinta (acrílica ou pva)
  • Tampo de espelho
  • 04 Rodinhas de silicone
  • Banquinho de madeira

Comece fazendo o molde do fundo das gavetas, usando o tampo da bobina para desenhar no papelão (base da gaveta) e na cartolina (acabamento interno), lembrando que temos o
cilindro central que estrutura a peça, que deverá ser recortado desta base, para que a gaveta possa encaixar. O Desenho ficará em formato de “U”.

Em seguida, confira a altura da bobina onde será encaixada a gaveta e lembre-se de considerar a espessura da base e também uma folguinha na parte de cima, pois com o
tecido revestido acaba engrossando um pouco. Recorte no papel duplex, um retângulo seguindo esta altura e medindo a largura do raio da base, que irá fechar a parte curva da
gaveta e também as partes retas que ficam atrás onde irá encaixar na bobina. Na base desse retângulo, faça algumas abas para que depois você possa colar na base na gaveta.
Com a cola branca e um pincel, cole o tecido de sua preferência nos dois lados do retângulo. Após a secagem, cole as abas deste retângulo na base de papelão, fechando e
estruturando a gaveta.

Finalize com um puxador bem charmoso (esse meu foi presente que uma amiga viajante trouxe da Índia) e coloque a cartolina na parte interna da gaveta para dar o acabamento e
esconder as “abinhas”.

Gavetas finalizadas, é hora de preparar as bobinas. Pinte com uma tinta do seu gosto, neste caso precisei dar 03 demãos e aguarde secar, ou acelere o processo usando o secador!

Junte as duas bobinas e parafuse-as, para que a mesinha fique bem firme. Parafuse as rodinhas em uma das bobinas, encaixe as duas
gavetas e finalize o tampo com um espelho circular para dar uma sofisticada.

Mesinha-de-Carretel-Blog-Remobília

Prontinho! Agora é só escolher um lugar bem legal para colocar sua mesinha e aproveitar a decoração! E o legal é que dá para trabalhar com módulos.. você pode usar a mesa mais
baixinha com uma bobina e vai empilhando quantas bobinas achar necessário.

Mesinha-de-Carretel-Blog-Remobília-1 Mesinha-de-Carretel-Blog-Remobília-2

Para quem não quiser utilizar rodinhas, uma outra opção é usar aqueles banquinhos bem baixinhos e parafusá-lo na base da bobina, para fazer os pezinhos. Este meu eu comprei no mercado e paguei em torno de R$15,00. Eles também dão um charme na mesinha. Mesinha-de-Carretel-Blog-Remobília-3

Colaboradora-Camila-Vieira

capa-inspiração-do-dia-serrotes-decorados

Inspiração Do Dia #202

A gente já viu muita ideia de reutilização, reforma e repaginada por aqui, certo? Mas também já viu muita ideia criativa, de como repensar o uso dos objetos, e transformá-los em artigos de decoração, criativos e inusitados, não é mesmo?! Então não vai ser uma surpresa, se eu mostrar pra você esses serrotes decorados, lindos de viver, e dizer que você pode substituir o quadro da sua parede por um desses, por exemplo 😀

inspiração-do-dia-serrotes-decorados

Fonte 1 | 2 | 3 | 4

Hummm, reparei que não tenho nenhum serrote em casa, isso só quer dizer uma coisa, preciso urgentemente ir até a casa de construção mais próxima! 😛 Afinal, como não querer uma lindeza dessas na minha parede também? Depois eu volto aqui pra mostrar como ficou.! 😉

Ah! quer ver mais ideias decorativas com itens inusitados? Então clica aqui, meu bem!

inspiracao-do-dia-luminarias-diferentes-blog-remobilia

Inspiração do Dia #201

Nesse final de semana, eu resolvi transformar, uma velha gaiolinha de hamster que o Arthur usava para guardar seus brinquedos miúdos, na nova luminária do quarto dele.

Levando adiante a ideia de que, qualquer coisa, pode se transformar em luminária, principalmente se você tem um estoque de kits pendentes em casa, só para o caso de bater aquela vontade louca de transformar seu escorredor de macarrão em luminária pra cozinha, no final das contas a gaiolinha do Arthur foi um achado!

Além do kit, eu precisei de uma chavinha Philips para fazer a ligação, um pouco de fita isolante e, é claro, de uma lâmpada. Com isso em mãos, estava pronta a luminária, mas pra deixar as coisas mais interessantes, peguei alguns raminhos artificiais de pimentinha, dois dinos do Arthur e decorei a gaiolinha com eles. O resultado foi esse aqui, e ele adorou!

minhas-luminarias-malucas-blog-remobilia

Aproveitando o embalo, resolvi dar um charminho a mais no cordão de luz do banheiro, daí foi a vez de pegar outros dois arbustinhos artificiais que tinha aqui em casa, criar um globo verde com ajuda de algumas braçadeiras plásticas, e por fim, encaixar tudo no cordão de luz. O efeito no banheiro foi maravilhoso!

Pra ilustrar como existem várias outras possibilidades, no quesito – criar luminárias criativas pra casa – montei essa galeria só com coisa linda!
Luminárias-diferentes

Fonte: 1 | 2 | 34 | 5 | 6

Garrafas de vidro, canos de pvc, bules, luzes de emergência, jarras abacaxi, e o que mais você tiver à mão meu bem! Tudo pode virar uma luminária bonitona! Assim você pode ter um cantinho super criativa, no melhor estilo faça você mesmo e gastando pouco, do jeito que a gente gosta, né?!

E você? Já transformou alguma coisa em luminária? Mostra pra gente aqui nos comentários!