cadeira-forrada-com-chita-Blog-Remobilia-3

Repaginei Minha Cadeira com Chita!

Na semana passada finalmente resolvi colocar em prática um projetinho que já estava na minha listinha a muito tempo.

Comprei minha cadeira do escritório, naquela mesma loja de usados mágica, já citada aqui tantas vezes, e sempre fui apaixonada por ela, colecionando ideias de como deixá-la ainda mais bonita. Pensei em forrar a peça de pompons, como nessa ideia aqui, como também em decorar as costas dela com fuxicos, como eu fiz na luminária do quarto do Arthur.

Mas como vocês já devem ter notado, eu sempre acabo me perdendo no meio de todas essas possibilidades, então demora uma eternidade pra me decidir por apenas uma delas. Mas aí eu ganhei uma chita maravilhosa do pessoal da Manah, e de cara já  sabia que a minha cadeirinha amada finalmente ia receber a atenção merecida, nascendo na minha cabeça um belo projetinho de envelopagem.

Já fiz vários trabalhos com colagem de tecido, nesse quesito, não existe nenhum melhor que a chita, sério! Parece que ela foi feita pra isso mesmo. Ela absorve a cola de um jeito fantástico, tem pouca elasticidade, então o tecido não fica tencionado e o estiramento da hora de cobrir qualquer superfícies planas é perfeito! No final, foi TÃO fácil aplicar o tecido na cadeira que até agora eu não tô acreditando.

Bastou juntar um pouco de cola levemente diluída, só pra facilitar a aplicação com o pincel, o tecido escolhido, cortado mais ou menos na medida da área a ser coberta e começar a colagem. Tinha até separado nossa espátula, mas acabou que a gente nem usou e foi aplicando com a mão mesmo, começando pelo centro da peça e depois indo pra as laterais, simples assim!

cadeira-forrada-com-chita-Blog-Remobilia

Depois de colar tudo e fazer o acabamento nas laterais cortando o excesso de tecido, foi a hora de selar tudo com uma bela demão de cola sobre o tecido. Daí só só esperar secar e a peça estava pronta!

cadeira-forrada-com-chita-home-office-Blog-Remobilia4
O cantinho que já era alegre e cheio de cor, ficou ainda mais florido e colorido, do jeito que eu gosto! E se você quer ver outras inspirações lindas com chita, clica aqui que tem mais!

Ah! E na segunda-feira volta aqui que vai rolar um tour completo pelo cafofo, mostrando todos os cantinhos da casa e todas as ideias Remobílias que colocamos em prática por aqui! 😘

hospedaria-os-memorialistas-paranapiacaba

Paranapiacaba e a Hospedaria Os Memorialistas

De vez em quando me bate uma vontade de sair da rotina, arrumar as malas e viajar. Daí que a vantagem de se trabalhar em casa aparece. Como eu posso criar os meus próprios horários, bastando ter internet para que eu possa fazer as postagens onde quer que esteja, uma escapada rápida torna-se muito mais possível.

Na semana passada eu estava desse jeito, louca pra sair da frente do computador e ir para outro lugar. Fui então pesquisar para onde nós poderíamos ir, aqui mesmo dentro de São Paulo, já que a ideia era não gastar muito e aproveitar os últimos dias de férias do Vinicius.

Em uma busca rápida na internet, você vai descobrir que existem vários lugares super bacanas para se conhecer pertinho de São Paulo. Embu Das Artes, Campos do Jordão e Paranapiacaba são só alguns lugares que eu já visitei e sempre tive vontade de voltar.

O único deles em que eu só fiz uma visita rápida e nunca me hospedei foi Paranapiacaba, juntei então a minha vontade de sair de casa, com o fato da cidade ficar pertinho aqui do condado, e corri atrás de um lugar charmosinho pra gente passar alguns dias por lá.

Nessa pesquisa eu encontrei a Hospedaria os Memorialistas e já de cara rolou um amor lindo pelo lugar. Sobretudo pelo restaurante comandado pela dona Zélia que já me cativou só com as fotos.

Sabia que era esse o lugar que eu estava procurando e na quinta-feira passada fizemos as malas e partimos para Paranapiacaba.

Nossa ideia na cidade era de não fazer absolutamente nada, sem visita histórica, sem trilha das cachoeiras, nada disso, a meta era não ter meta e curtir toda aquela tranquilidade sem nenhum compromisso. E como foi bom!

paranapiacabaparanapiacaba-com-neblina

A história da cidade é incrível, mas eu não vou contar nada por que seria spoiler, você tem que ir lá pra viver essa história, sério!

Mas o melhor de Paranapiacaba, pra mim, não é mais a cidade histórica, desculpa aí. O melhor de estar ali é poder ficar na hospedaria, e este vai ser o jabá mais absurdamente honesto que eu já fiz na minha vida.

O lugar é mega charmoso, você se sente em casa, sem estar em casa, a comida da dona Zélia é uma loucura, o Pedro é super atencioso, e no final da viajem você simplesmente não quer mais voltar pra sua casa.

Mas quem quer voltar, quando se tem esse cantinho pra ficar?!

hospedaria-os-memorialistas

Quando for se hospedar, garanta que poderá fazer todas as refeições lá mesmo, principalmente se for fazer uma visita durante a semana, onde tudo fica fechado. Como sugestão peça a abobrinha apimentada de entrada, você não vai se arrepender!

Nem preciso dizer quem mais se divertiu nessa viajem, certo? Nunca vi o meu pequeno tão feliz e curioso para explorar todos os cantos da cidade e sobretudo testar os colchões do quarto.

quarto-hospedaria-os-memorialistas

Saímos de Paranapiacaba, com uma vontade louca de voltar e de espalhar o amor que sentimos. Quero juntar todos os meus amigos e ir pra lá comemorar qualquer coisa o mais rápido possível.

Você pode ver mais fotos da cidade de todas as gostosuras da dona Zélia lá no Instagram do Remobília!

selo-publieditorial-2

perfil_patricia

DIY | Porta Post-it Com Chita

DIY-bloquinho-de-chita 2

O bom de se ter colaborados super criativos é que toda semana aparece uma coisa fofa pra gente postar aqui no blog. Essa semana temos um porta post-it lindo de viver feito pela Camila para presentear uma amiga, olha só.

“O mimo de hoje eu não fiz para decorar o cafofo que todos conhecem aqui no blog, mas sim para presentear uma amiga que foi uma das primeiras a acompanhar as minhas postagens como colaboradora no Remobília.
Resumindo toda a história, essa amiga resolveu trocar a capital paranaense pelo interiorzão, tudo por amor. Assim, como a distância seria um pouco maior e a convivência não mais a mesma, resolvi mandar a cara remobília junto com ela. Comecei então a imaginar o que eu poderia fazer, que seria a cara do blog e que fosse super útil.. como as luminárias que postamos aqui, ela já adquiriu todas ( foi minha cobaia) lembrei da paixão dela por post-it. Eis que surgiu a ideia de fazer o porta post-it e o porta canetas que a um tempo ela havia comentado que não tinha, e que adorou um que fiz pro meu cafofo.
O presente foi um sucesso! Acompanhe a execução deste mimo que além de fácil de fazer, deixa qualquer post-it mais fofo que o normal.”

DIY bloquinho de chita 2

O porta canetas foi feito com pote de geleia e tinta preta fosca, assim dá pra escrever com giz de quadro negro e personalizar como você quiser. DIY bloquinho de chita 3

Quer ver as outras peripécias da Camila? Clica aqui ó!

colaboradores_perfil_camila

Casa Florida, Casa Com Chita!

Alguns elementos quando usados na decoração deixam sua marca, a chita é um deles.

Nenhum outro tecido ou elemento carrega tanto o conceito tropical e a atmosfera de descontração do nosso país quanto os florais vivos e alegres das chitas.

Elas chegaram ao Brasil pelas mãos dos portugueses, que por sua vez foram busca-las lá na Índia.

E foi quando começou a ser produzida no país que aos poucos ganhou mais “brasileiralidade” e preços mais populares.

O fato de ser um tecido barato fez com que fosse rejeitado durante algum tempo pelas pessoas, mas a nova onda de produtos feitos a mão e a valorização da cultura nacional, fizeram com que elas voltassem com tudo na decoração e na moda.

Eu particularmente sempre adorei as chitas, e quem já viu as fotinhas que fiz da minha sala, conferiu minha poltrona forrada com chita azulona que comprei na 25 de Março por R$ 3.99 o metro.

Sou louca pra ter um monte de almofadas com diferentes estampas pra decorar meu sofá, quero também encapar alguns puffs para a casa nova e fazer uma composição com bastidores para decorar minha futura parede de tijolinhos.

As várias possibilidade de alegrar a casa com chita me deixam maluca gente, com elas você pode reformar móveis, decorar garrafas, colorir a parede, e tantas outras opções de decoração alternativa que sua imaginação permitir.

Se você também curte chita, aí vão algumas coisas bacanas que encontrei nas minhas pesquisas.

Gostou? Então não esquece de comentar e compartilhar, é rapidinho e ajuda pra caramba ter a opinião de vocês sobre o nosso conteúdo!!!