Mesinha-Bobina-Dobradura-3D-faca-voce-mesmo-Blog-Remobilia-3

Mesinha de Carretel 3D de Papel!!

E seguimos com o desafio dos projetos com bobinas. Este é um modelo de mesinha de apoio, inspirado nos Garden Seat, a nova sensação da decoração. Confesso que sempre quis ter um em casa, mas não encontrava lugar para colocá-lo, e como o preço não é dos mais em conta, acabei deixando a ideia em stand by.

Pensando em referências para criar um outro projeto com bobinas, as inspirações de horas de Pinterest se uniram na minha cabeça e da junção do Garden Seat e de umas dobraduras com desenhos geométricos para fazer vasinhos, surgiu o nosso segundo projeto com bobinas. Acompanhe o passo a passo então.

Materiais:

  • 02 bobinas pequenas
  • Parafusos pequenos
  • Tesoura
  • Fita dupla face
  • Lápis e régua
  • Papel colorido (pode ser colorplus, cartolina)
  • Tinta (acrílica ou pva)
  • Tampo de espelho
  • 04 Rodinhas de silicone

O processo de preparo das bobinas é o mesmo do passo-a-passo anterior, faça a pintura da cor de sua preferência, aguarde secar e parafuse as bases unindo as duas bobinas, de preferência parafuse em 04 pontos para dar mais resistência a peça.

Em seguida parafuse as rodinhas para facilitar o manuseamento das bobinas quando for colocar o papel em volta.

Para fazer a dobradura usei uma inspiração do Pinterest que vou compartilhar com vocês. Existem outros modelos, alguns bem mais complexos, mas achei que este seria ideal para a mesinha.

No maior comprimento da folha para dobradura, faça linhas horizontais, lembrando que o espaçamento entre elas é você que define, pois isso irá interferir na quantidade de dobras e detalhes que sua peça terá. Neste caso usei um espaçamento de 10cm. Após fazer as linhas horizontais na folha inteira, faça linhas na diagonal, usei um espaçamento de 20cm, formando triângulos. Com os traços finalizados, é hora de começar a dobrar. Dobre as linhas diagonais para o lado onde a folha foi riscada. Faça isso nos dois sentidos. Em seguida vire a folha e faça as dobras horizontais. Quando você for fechar a folha contornando as bobinas, as dobras vão criando forma, de modo que as linhas horizontais ficarão para trás e os triângulos para frente. Adorei este efeito 3D com as dobraduras.

Mesinha-Bobina-Dobradura-3D-faca-voce-mesmo-Blog-Remobilia

Para fixar o papel nas bobinas utilizei fita dupla face no tampo para colar as bordinhas. Em seguida finalize em com um tampo de sua preferência, eu utilizei o tampo de espelhos para combinar com a outra mesinha que tenho no quarto.

Mesinha-Bobina-Dobradura-3D-faca-voce-mesmo-Blog-Remobilia2

Estou in love com a minha nova mesinha, achei que ficou super moderninha com este efeito 3D.

E você o que achou?

Colaboradora-Camila-Vieira

Minha-casa-Meu-Container-Blog-Remobilia-3

Minha Casa Meu Container – Home office, Sala e Cozinha

Se ontem foi a vez de contar um pouquinho da história do nosso cafofo e como ele é todo vistosinho e cheio de verde por fora, hoje eu quero mostrar todo o colorido e bossa nova envolvida na decoração do home office, sala e cozinha, que na verdade são uma coisa só.

Sempre gostei de ambientes integrados, tipo loft, manja? Então na hora de definir como seria a disposição dos cômodos da casa, uma possível parede entre a sala e a cozinha, nunca chegou a existir.

Assim, com tudo tudo junto e misturado, foi possível criar um ambiente “amplo”, cheio de ideias de faça você mesmo que foram sendo desenvolvidas aos poucos.

Se eu tivesse que escolher qual o detalhe que mais gosto, nunca chegaria a uma resposta, sério! Aqui o que se destaca é o conjunto da obra! 😜

Nosso home office, não teria o mesmo charme sem o papel de parede da Bobinex, e apesar das medidas super reduzidas, descobrir que a cristaleira e mesinha de escritório do Meu Móvel de Madeira se encaixariam perfeitamente ali, foi tipo, AI MEU DEUS!

Cadeiras, poltronas, mimos e detalhes, são fruto de garimpos, repaginadas, presentes e achados que definem o meu estilo, “manda mais, que tá pouco” de decorar.

Na sala de estar, ou melhor, no cantinho do sofá, outro achado. Nosso mini sofá na medida de 40×130 cm é da Essência Móveis de Design que customizou o patchwork em tons de cinza, do jeitinho que eu queria, como não amar?! Já a nossa galeria, ganha novos detalhes e muda de forma, várias vezes, conforme o meu humor. Essa é vantagem e usar adesivos no lugar de pregos! 😉

Minha-casa-Meu-Container-Blog-Remobilia-1

Nossa mesa de jantar você já viu como foi feita, nesse post aqui, o aparador que virou dispensa a gente já apresentou, outro item Meu Móvel de Madeira na nossa vida que já passou por uma repaginação e agora voltou ao seu estilo original. Assim como a solução que incluiu a máquina de lavar no espaço da cozinha, facilitando a vida dessa blogueira, de um jeito que vocês não acreditam!🙌

Minha-casa-Meu-Container-Blog-Remobilia-2

Na cozinha, os engradados embaixo do aparador servem pra guardar, produtos de limpeza e materiais de pintura de um lado e do outro, brinquedinhos e a ração da Mel. Embaixo do gabinete da pia ficam os item de cozinha que raramente uso, até por isso, estou pensando em me desfazer deles logo de uma vez.

Temos banquetinhas extras para dias de festa e o fato delas serem dobráveis ajude um montão a manter o espaço, mas não tem detalhe mais amado nessa minha cozinha do que a combinação do lambe-lambe com a cortina de fuxico da minha vó. Isso ninguém nunca vai ter tem igual, até por que a Leite.com, de onde vem os lambes, não existe mais, buáááh 😭 Pra fechar, tem o meu fogão retrô amarelinho, sonho de consumo de uma vida, que é da Venax e é super baratinho!

Enfim, é tanta coisa que não dá pra falar de tudo, se não fica chato, então se você tiver alguma dúvida ou quiser saber de onde vem algum detalhe, é só escrever aqui nos comentários.

Ah! Fiquei de falar um pouquinho sobre a temperatura da casa, né?! Pra que ainda não sabe, as paredes internas da casa são feitas de drywall com forro de lá de vidro, o que mantem a temperatura da casa estável, mas tenho que confessar que com essa nossa atual estação “eutono-inferno” tá bem quente por aqui. Sobretudo por que retiramos a cobertura do deck, para trocar o pergolado, responsável até então pela sombrinha do ambiente. Sem ele o sol invade a sala e complica a situação. Mas a gente vai resolver isso nesse feriado, sem falta!

Bem, acho que é tudo por hoje, no próximo post eu vou mostrar como ficaram os quartos e banheiros. Beijos! 😘

Antes-e-depois-Mesinha-de-Carretel-Blog-Remobília

Projetos com Bobina Parte 01 – Mesinha lateral com gavetas!

E o primeiro post da série CAFOFO 306 | DIY & DECOR tem um desafio mega criativo!

Passeando pela Leroy Merlin buscando algumas peças para fazer meu home office, me deparei com algumas bobinas vazias na prateleira. Mas não eram aquelas bobinas grandes que a galera aproveita para fazer mesa, mas sim uns carretéis pequenininhos, que estavam lá, tímidos, esperando alguma ideia remobilística.

Chegando em casa com quatro “bobininhas”, me lancei o desafio: criar peças de decoração para o apê, sem ficar com cara de bobina.

Pois é, quebrei um pouco a cabeça e daí surgiram 3 ideias que vocês poderão acompanhar ao longo do mês.

A primeira delas é a mesinha lateral com gavetas, com duas variações.

Materiais:

  • 02 bobinas pequenas
  • Parafusos pequenos
  • Papelão (daqueles mais firmes para fazer a base das gavetas)
  • Papel duplex ou triplex (que parece um papel cartão, só que mais reforçado)
  • Tecido colorido
  • Cola branca
  • Estilete e tesoura
  • 02 puxadores
  • Papel (pode ser colorplus, cartolina) para fazer o fundo da gaveta
  • Tinta (acrílica ou pva)
  • Tampo de espelho
  • 04 Rodinhas de silicone
  • Banquinho de madeira

Comece fazendo o molde do fundo das gavetas, usando o tampo da bobina para desenhar no papelão (base da gaveta) e na cartolina (acabamento interno), lembrando que temos o
cilindro central que estrutura a peça, que deverá ser recortado desta base, para que a gaveta possa encaixar. O Desenho ficará em formato de “U”.

Em seguida, confira a altura da bobina onde será encaixada a gaveta e lembre-se de considerar a espessura da base e também uma folguinha na parte de cima, pois com o
tecido revestido acaba engrossando um pouco. Recorte no papel duplex, um retângulo seguindo esta altura e medindo a largura do raio da base, que irá fechar a parte curva da
gaveta e também as partes retas que ficam atrás onde irá encaixar na bobina. Na base desse retângulo, faça algumas abas para que depois você possa colar na base na gaveta.
Com a cola branca e um pincel, cole o tecido de sua preferência nos dois lados do retângulo. Após a secagem, cole as abas deste retângulo na base de papelão, fechando e
estruturando a gaveta.

Finalize com um puxador bem charmoso (esse meu foi presente que uma amiga viajante trouxe da Índia) e coloque a cartolina na parte interna da gaveta para dar o acabamento e
esconder as “abinhas”.

Gavetas finalizadas, é hora de preparar as bobinas. Pinte com uma tinta do seu gosto, neste caso precisei dar 03 demãos e aguarde secar, ou acelere o processo usando o secador!

Junte as duas bobinas e parafuse-as, para que a mesinha fique bem firme. Parafuse as rodinhas em uma das bobinas, encaixe as duas
gavetas e finalize o tampo com um espelho circular para dar uma sofisticada.

Mesinha-de-Carretel-Blog-Remobília

Prontinho! Agora é só escolher um lugar bem legal para colocar sua mesinha e aproveitar a decoração! E o legal é que dá para trabalhar com módulos.. você pode usar a mesa mais
baixinha com uma bobina e vai empilhando quantas bobinas achar necessário.

Mesinha-de-Carretel-Blog-Remobília-1 Mesinha-de-Carretel-Blog-Remobília-2

Para quem não quiser utilizar rodinhas, uma outra opção é usar aqueles banquinhos bem baixinhos e parafusá-lo na base da bobina, para fazer os pezinhos. Este meu eu comprei no mercado e paguei em torno de R$15,00. Eles também dão um charme na mesinha. Mesinha-de-Carretel-Blog-Remobília-3

Colaboradora-Camila-Vieira

antes-e-depois-pufe-de-pneus-e-pompom-blog-remobilia-1

Pufe de Pneu Decorado com Pompom!!!

Depois de um tempo pesquisando, produzindo e compartilhando ideias de reaproveitamento, reforma e decoração criativa, as ideias vão ficando cada vez mais parecidas pra mim. Daí bate aquela dúvida se ainda é possível alguém conseguir criar algo que você ainda não tenha visto.

Estava passando por uma crise dessa essa semana, mas foi nesse momento que, do nada, um pufe de pneus com pezinhos palito, decorado com pompons multicoloridos, apareceu na timeline e a minha vida voltou a fazer sentido.

Afinal, eu já adoro qualquer ideia que reutilize pneus usados, e ainda mais, qualquer coisa que envolva pompons de lã fofinhos e coloridos, então ver essas duas coisas juntas é tipo…AI MEU DEUS!!! 😍

Essa combinação maravilhosa é uma criação da Miriam Zanine, te amo miriam, e você encontra o passo a passo na integra lá no blog A Cara da Dona.

Um dos detalhes é que ela teve que dar uma adesivada em um dos lados do pneu por que ele estava super desgastado, com as partes metálicas aparecendo. A base, é feita com uma placa de mdf na medida do pneu, que você pode encomendar em qualquer marcenaria.

A primeira cereja do bolo é o kit de pezinhos palito, que como a gente já disse, dá aquele garbosidade, em tudo que você resolver usá-lo.

Depois de fixar tudo com parafusos e um pouquinho de cola só pra garantir, veio a segunda cereja do bolo.

pufe-de-pneus-e-pompom-blog-remobilia-1

A Miriam criou uma capa para o pneu e nele ela costurou dezenas de pompons coloridos, diys aqui!, com diferentes tamanhos. A capa fecha com velcro e pode ser retirada para lavar! Mais perfeito e prático, impossível!!! Tenho 4 pneus aqui em casa e já sei o que fazer com eles!pufe de pneus e pompom blog remobilia

Nesse momento você deve estar pensando, Mas como é que a gente não pensou nisso antes, Patricia!? Pois é, eu também não sei, mas agora essa ideia maravilhosa já está gravada em nossas mentes e sempre que dermos de cara com um pneu abandonado já sabemos de todo amor que ele pode transbordar, né não?! 😘

capa-inspiração-do-dia-serrotes-decorados

Inspiração Do Dia #202

A gente já viu muita ideia de reutilização, reforma e repaginada por aqui, certo? Mas também já viu muita ideia criativa, de como repensar o uso dos objetos, e transformá-los em artigos de decoração, criativos e inusitados, não é mesmo?! Então não vai ser uma surpresa, se eu mostrar pra você esses serrotes decorados, lindos de viver, e dizer que você pode substituir o quadro da sua parede por um desses, por exemplo 😀

inspiração-do-dia-serrotes-decorados

Fonte 1 | 2 | 3 | 4

Hummm, reparei que não tenho nenhum serrote em casa, isso só quer dizer uma coisa, preciso urgentemente ir até a casa de construção mais próxima! 😛 Afinal, como não querer uma lindeza dessas na minha parede também? Depois eu volto aqui pra mostrar como ficou.! 😉

Ah! quer ver mais ideias decorativas com itens inusitados? Então clica aqui, meu bem!

antes-e-depois-cadeira-criado-mudo-3

Meu Criado Mudo Feito com Cadeiras

Voltando para nossa série que vai apresentar todos os detalhes que a gente criou para o nosso quarto, hoje é a fez de mostrar como duas cadeiras de ambulatório se transformaram em nossos criados mudos.

A primeira coisa é contar um pouco da história dessas cadeiras. Pois bem, aqui perto de casa existe uma loja de usados gigante, e apesar do foco deles ser a venda de móveis para escritório, lá no fundo da loja, é onde a gente sempre acha as coisas mais interessantes. Já fizemos aliás, vários achados por lá, como uma Cadeira Serie 7 – Arne Jacobsen, que foi deixada lá pra ser reformada e a pessoa nunca voltou para buscar, sem falar que a maioria das cadeiras e poltronas dessa casa são de lá mesmo.

As cadeiras em questão, tem uma história muito mais legal, já que elas faziam parte do acervo de peças do Hospital das Clínicas lá dos anos 80 e que de algum forma foi parar no meio de um galpão cheio de cadeiras de escritório, mas quando eu bati o olho nelas, já sabia que iriam ficar lindas depois de um banho de cor. Pagamos R$ 15,00 em cada uma, se não me engano, e trouxemos elas pra casa.

Demorou 4 anos para que eu voltasse a tira-las de um cantinho também empoeirado do nosso ateliê, e resolvesse que era hora delas brilharem novamente. O resultado, foi esse antes e depois, inacreditavelmente simples.antes-e-depois-cadeira-criado-mudo

Antes de iniciar a pintura, dei uma bela lixada na peça usando Lixa de ferro – Nº 60. Depois disso, passei um paninho com água ráz, para tirar todo o resíduo.

O banho de cor ficou por conta da tinta amarela brilhante da Coralit, que a gente aplicou usando nosso mais novo brinquedo preferido, a pistola pulverizadora da Wagner.

Duas demão foram suficientes para deixar as cadeirinhas lindonas, e prontas para ocupar o seu novo posto no cafofo do Remobília.

Ainda vai entrar um cestinho de fibra ali embaixo, para guardar coisinhas e quem sabe até consiga colocar uma gavetinha ali também.

A ideia de transformar a cadeira em criado mudo, veio dessas muitas inspirações que eu já tinha visto no Pinterest. Aproveita pra seguir a gente por lá também e conferir todos os nossos boards maravilhosos! Depois eu volto pra mostrar como criamos essa parede de cimento queimado, linda de viver 😉

banco-concreto_passo-a-passo-blog-remobilia-topo

Banquinhos de Tijolos <3

Dentro da listinha de materiais que podem ser reaproveitados e assumir diversas outras funções, além daquelas que eles foram originalmente concebidos, você já conhece os paletes, os caixotes, e também os blocos de concreto que, volta e meia, aparecem por aqui, seja em divisórias estilosas, banquinhos de jardim incríveis, ou racks charmosos em salas minimalistas.

Mas a verdade é que dá pra fazer MUITAS outras coisas com aqueles blocos que sobraram da sua última reforma, ou que você encontrou ali jogado na esquina. Eles podem se transformar ainda em, belos jardins verticais, criados mudos, mesinhas de apoio, assim como, banquinhos lindos que, tenho o prazer de compartilhar, a versão mais perfeita deles agora com vocês, nesse diy que é só amor!

Achadinho maravilhoso que vi primeiro lá no blog Casinha Arrumada, daí fui atrás do diy e lá estava ele, todo completinho no blog Joia De Casa, que eu adoro! O melhor de tudo é que o projeto pode ser feito todo com sobras de materiais, como retalhos, cortes de espuma, cordão de varal e aquele restinho de tinta que sobrou da sua última empreitada decor, é só você pega tudo isso e seguir o passo a passo, vem!

banco-concreto_passo-a-passo-blog-remobilia banco-concreto_final-1 banco-concreto_final-2

Tão simples e tão lindo, do jeito que a gente gosta! Agora eu também quero descobrir o diy dessa mesa, por né, tá linda demais!

Beijos e logo a gente volta com outra coisa boa, bonita e barata, pra você deixar a sua casa mais linda, enquanto isso, deixa aqui nos comentários as tuas ideias para reaproveitar blocos na decoração 😉
perfil_patricia

Inspiração do Dia #191

Na semana passada fiz um post especial para o blog Enjoy cheio de dicas bacanas para decorar a parede com macramê.

Pra quem não sabe, macramê é a aquela técnica de trançado que o pessoal tá voltando a usar com tudo ultimamente, principalmente para criar lindos suportes de vasinhos suspensos, ainda vou mostrar como fazer alguns quando for dar uma repaginada na varanda.

Mas então… a ideia do post veio por que eu estava procurando uma ideia simples e diferente, pra criar um enfeite de cabeceira, com um galho que achei no parquinho. A ideia era usar o material mais barato possível, mas que pudesse ter um efeito interessante e colorido, dai que o tal macramê me veio como solução.

Na minha pesquisa básica atrás de inspirações lá no Pinterest, sempre ele, encontrei todas essas coisas lindas,e pirei nas possibilidades.

enfeite-de-macrame-blog-remobilia

Deu pra ver que até as ideias mais simples, e sem nenhum grande traçado, também tem o seu charme, basta caprichar nas cores e nos cortes. Depois desse banho de inspirações, só restava saber se eu conseguiria reproduzir toda essa belezura pinterest, aqui em casa, então comprei as lãs e coloquei a mão na massa.

Criei uma franja de 8 pontas de aproximadamente 50 cm e comecei a dar os nós no galhinho, criando faixas de cores, começando com o marrom e centralizando no bege.

Cabeceira-de-macrame-blog-remobilia

Pra finalizar criei um angulo em v meio arrendondado na ponta da franja, isso deixou a peça bem mais interessante que a franja reta, mas é uma questão de gosto e de teste. No final minha cabeceira ficou assim.
Cabeceira-de-macrame-blog-remobilia2

No final achei que faltou um pouco de amarelo, então comprei mais lã e acrescentei mais cores, esta aliás é a parte mais legal da história, você pode desfazer e refazer o trançado quantas vezes quiser e sempre terá um efeito diferente, talvez até role umas tranças em alguns pontos, quem sabe.

No total gastei 8 Dilmas em lã e nada mais pra fazer esse detalhe na minha cabeceira, é o não é uma pechincha? Estou pensando seriamente em fazer a cortina da minha sala com essa pegada, mas ao invés de lã usar malha, o que acham? Ideias, ideias…. ideias :)

perfil_patricia