hostel-container-9

Conheça o Tetris Hostel

Encontrar um projeto feito com contêineres bacana pra compartilhar com vocês, tem o mesmo efeito pra mim que cruzar com alguém no trêm lendo o mesmo livro que você. Ou seja, eu nem te conheço, mas já te considero pacas.

Foi exatamente isso que me sucedeu quando a Camila, nossa colaboradora mais que fofa, me mandou essa dica linda do Tetris Hostel. Mas antes de falar desse projeto mara eu tenho que comentar que no longínquo ano de 2013 eu tinha pintado essa ideia de montar um hostel usando contêineres para os meus amigos Túlio e Camis, na época proprietários de um bem sucedido hostel na Vila Madalena. A proposta era montar um projeto tipo pop up especialmente pra copa, mas acabou não indo pra frente, por falta de tempo e grana, já que fixar o hostel em uma região central de Sampa ia nos custar uma soma obscena, por assim dizer, mas eu nunca deixei de achar que hostel e contêineres tinham tudo a ver.

Pois bem, tem tanto a ver que o maior deles fica aqui no Brasil mesmo, olha que coincidência. Se você estava procurando uma desculpa pra dar uma passeada em Foz do Iguaçu nas férias, ou no próximo feriadão, conhecer esse espaço maravilhoso feito com 15 contêineres recuperados pode ser o que você procura.

Pra quem quer saber um pouquinho mais da parte técnica do projeto, e de como a ideia surgiu, eu indico essa matéria completinha da Gazeta do Povo, já que aqui eu quero me concentrar só na decor, que é o que a gente mais gosta e que nesse caso super faz a diferença.

Já está cientificamente comprovado que quem constrói qualquer coisa usando contêiner, tem automaticamente uma quedinha por cores alegres, móveis feitos de paletes, caixotes e reaproveitamento de pneus, então é claro que nos vários cantinhos especiais do hostel tem tudo isso e mais um pouco!

Com espaços de convivência incríveis, o Hostel Tetris ganhou meu coração, muito por juntar duas coisas que eu amo, conhecer pessoas diferentes e ambientes alternativos.

hostel-container

hostel-container-6
hostel-container-5 hostel-container-4 hostel-container-3 hostel-container-2 hostel-container-1

hostel-container-6hostel-container-7

Já digo logo que rolou um amor incondicional pelo jardim de inverno decorado com sofás e mesinha de paletes. Além de palpitações involuntárias pelo cantinho de leitura com pufes coloridos e estantes de caixote, e o  que dizer do detalhe lindo da pia de tambor no quarto de casal? Sem falar desse projeto de iluminação deslumbrante, que deixa o espaço ainda mais bonito do que a luz do sol.

Bora marcar uma caravana do Remobília pra ontem e encher esse lugar de remobiliandos que adoram um projeto de decoração sustentável super bem executado? Sim ou com certeza?

perfil_patricia

Projeto Container #5

Casa_Projeto_Container-#5

No meio das minhas tantas pesquisas sobre arquitetura com contêineres, eu já encontrei uma infinidade de projetos surrealmente interessantes. Que vão desde escolas na África, a alojamentos de estudantes na Alemanha, passando por hotéis de luxo no Japão e piscinas públicas nos Estados Unidos. E isso é apenas uma parte da infinidade de outras propostas criativas em que os contêineres são usamos como material alternativo, sustentável e econômico.

É sabido que para se fazer qualquer um desses projetos, você precisa, ou de mão de obra especializada, ou de MUITO tempo de pesquisa (que foi o nosso caso), para assim poder botá-lo em  prática de fato.

De olho nessa nova demanda, várias empresas de arquitetura trataram logo de inserir em seu portfólios tais projetos feitos com contêiner  Uma delas é a Ziegler Build da Austrália, que construiu uma das mansões de contêiner mais incrível que eu já vi.

Esse pequeno cafofo tem nada menos que 560 m², com 4 quartos, cozinha, sala, estúdio, área de lazer, e até uma loja! Foi todo construído em 5 meses, usando para isso 31 contêineres. Saca só quanta imponência.

Via ☮Amancay Bijou 2

image28 Jaora Street Graceville 2 image158 Jaora Street Graceville

image118 Jaora Street Graceville

O estilo da decoração é um contraste entre os móveis sóbrios e elegantes, com a estrutura industrial dos contêineres, e os graffitis que decoram a fachada e a sala, que em um primeiro momento podem causar estranheza, mas é exatamente o que o dono da casa queria.

Sei que estou devendo um post sobre os custos gerais do nosso projeto. Calma que já está saindo. Temos muita coisa para fazer ainda, por isso ainda não montei o post.

Fonte: Desire to Inspire

perfil patricia

Inspiração do Dia #116

Quando  a reutilização de materiais encontra o design, lindas peças surgem. É o caso dessa linha de móveis composta por cadeiras, pufes e banquetas assinadas pelo estúdio Meb-Rure, nela as sobras de seda crua da produção de vestuário e outros produtos têxteis do Nepal se transformam em estofado após receber cores vibrantes.

Tendo como base uma estrutura de madeira de reflorestamento com o design  minimalista característico dos anos 50, essas peças me encantaram desde a primeira vez que as vi.

Outro detalhe especial é o fato dos pés palito serem parafusados, tornando ainda mais fácil a venda das peças pela internet, ao diminuir o volume do pacote para postagem.

Pensando no processo como um todo, eles proporcionam o reaproveitamento de um material nobre, mas que sem uso imediato acabava sendo descartado em aterros da região, transformando este resíduo em uma peça de design com alto valor agregado e facilitam a sua comercialização, fechando um ciclo perfeito de um produto eco-amigável.

Upcycling-Tattered-Nepali-Silk-With-Meb-Rure-Furniture-11 Upcycling-Tattered-Nepali-Silk-With-Meb-Rure-Furniture-5

Upcycling-Tattered-Nepali-Silk-With-Meb-Rure-Furniture-6

Eu super queria todas essas belezuras na minha sala agora.

Fonte: Inthralld

perfil patricia

Galeria Remobília: Morar Mais Por Menos

Galeria Remobilia Morar Mais por Menos

A primeira vez que ouvi falar da exposição Morar Mais Por Menos, foi em post do meu blog do coração A Casa que Minha Avó Queria.

Lá a Ana Medeiros fez alguns posts com as coisas que mais lhe chamaram a atenção em cada edições que participou, levantando uma questão que invariavelmente outros tantos blogs levantariam também.

Esta é uma exposição nos moldes da Casa Cor, mas que propõe aos arquitetos e decoradores que criem espaços que caibam no bolso do consumidor comum, e priorizem também a utilização de materiais sustentáveis e eco-amigáveis.

Até aí tudo bem, mas quando você assiste aos vídeos e vê os ambientes, nota de cara que pouca coisa ali é de fato morar mais por menos, e muito mais na pegada Hi-Lo de decorar, ou seja, misturar peças e elementos de design sofisticado,  junto com outros populares, baratos, de preferência feitos com reutilização de materiais no melhor estilo faça-você-mesmo.

Se você for visitar  a exposição tendo em mente este conceito e não que vai encontrar uma decoração que cabe no bolso de qualquer um, vai aproveitar melhor as ideias que lá surgem de todos os lados.

Nunca tive o prazer de participar de uma exposição dessas, mas deste ano não passa, é questão de honra!

Separei aqui as ideias que mais gostei e que realmente podemos tentar fazer em casa, sem gastar muito. É só clicar na imagem para ampliar.

Quais ideias vocês acharam mais bacanas? Tem algumas que são até originais, mais alternativas ao extremo, eu sei.

Veja outras postagens sobre o Morar Mais Por Menos nos blogs A Casa que Minha Avó Queria | Dcoração | Eu Moraria Aqui

Créditos das Imagens: Em alguns lugares eu achei o nome do arquiteto ou decorador responsável pelo projeto, em outro não, se você souber de quem é coloca lá nos cometários, por favor.

Inspiração do Dia #47

Olá pessoal, tudo bem? Hoje eu vou mostrar pra vocês como dá pra criar um lindo banco de jardim usando 12 tijolos de concreto, 4 caibros de madeira, 1 colchonete e algumas almofadas.

E é bem capaz de muita gente já ter a maioria desses itens em casa, já que quase sempre sobra alguma coisa da reforma que fizemos no fim do ano, certo?

Pois bem, pra montar é super fácil é só seguir as fotos que estão aqui embaixo.

A dica é usar uma parte do quintal com terra fofa para fixar os tijolos, aqui eles não foram colados com cimento, isso dá mais mobilidade ao projeto, porque se você quiser mudar de lugar, ou não quiser mais é só desmontar, legal né?

kaylasbasement kaylasbasement2 kaylasbasement3 kaylasbasement4

Já conhecia esses outros dois projetos de banco pra jardim feitos de tijolos, nessa primeira ideia eles só foram colocados um sobre o outro, finalizados com um colchonete e almofadas, mais simples do que isso impossível!

Visitar resistingadulthood

Visitar resistingadulthood 2

Nessa outra ideia os tijolos foram montados de forma a criar uma sofá muito bacana, mas que não deve ser lá muito confortável, aqui os furos nos tijolos foram usados como nichos ou como canteiro para plantas, eu acrescentaria um colchonete e algumas almofadas de tecido impermeabilizado.

Visitar bhg

O que vocês acharam? Eu adorei e com certeza vou ter um na minha casa container!

Ah já sabe né, eu vou adorar se você deixar seu comentário aqui embaixo!