Banquinho Remobiliado II

E cá estamos nós com mais um banquinho da série Remobília!!

Este foi salvo na casinha de lixo do meu prédio. As vezes meus vizinhos resolvem fazer uma limpa em casa e despacham alguns móveis, e eu não perco a oportunidade de resgatá-los quando possível. Tenho muito que agradecer a estes meus vizinhos desapegados hehe.

O problema deste banco pra ser abandonado é que o tampo estava com uma parte meio quebrada, fora os riscos na pintura. Resolvi que seria melhor tirar a parte quebrada e pintar o restante do tampo, pois na verdade esta era apenas uma camada de um mdf que ia por cima da madeira que fez a fixação dos pézinhos.
antes-e-depois-banquinho

Como em cada projeto há uma surpresa diferente, eis que quando tiro o mdf, o tampo debaixo estava com recortes para encaixe dos pés. Para corrigir isto precisei lixar a parte da madeira que estava mais em relevo e depois passei massa de madeira para uniformizar. Esperei até secar a massa e dei o toque final com a lixa.
antes-e-depois-banquinho-1

Só que antes de decidir nivelar o tampo eu comecei a pintar os pés do banco de vermelho sem ter retirado a tinta branca que estava embaixo, achando que seria boa ideia e vi que a coisa começou a ficar sem graça e minha criatividade estava meio restrita no dia.

Resultado: lixei o banco inteiro novamente para tirar toda a camada de tinta e comecei a pesquisar novas referências pra criatividade voltar a fluir.

Dica: sempre que for pintar seu banco de outra cor que não seja a cor que está nele, é bem interessante retirar esta camada de tinta, pois as vezes ela não segura a tinta que você resolveu passar por cima e qualquer coisa que encosta nela já descasca. Sugiro a utilização de um “raspador”comprado em loja de material de construção, para retirar a camada mais grossa de tinta, depois é só fazer o acabamento com a lixa. Fica bem mais fácil.
antes-e-depois-banquinho-2

Resolvido o problema com a tinta e a criatividade, me encantei pela madeira crua que ficou no banquinho e decidi que pintaria apenas uma parte, para dar uma cara mais diferente ( vocês sabem, não gosto de nada convencional) O tampo também foi pintada na mesma cor dos pezinhos.

Como este banco tinha um diâmetro maior, achei que ficaria um sucesso usá-lo como mesa lateral, foi isto que definiu o desenho do tampo, inspirado na estampa chevron, misturando alguns tons próximo ao laranja.

antes-e-depois-banquinho-3

Recomendo fazer a base do desenho com lápis bem fraquinho ou algum outro material que não apareça quando passar a tinta por cima. E também quando for fazer a pintura, os desenhos deverão ser marcados com fita adesiva para evitar que uma tinta fique sobreposta a outra no desenho.
antes-e-depois-banquinho-4

Finalizada a estampa, passei uma camada de verniz para segurar a tinta e evitar que risque ou manche, já que neste caso ela será usada com mesinha. Para acrescentar um diferencial, coloquei uma base MDF fazendo uma prateleirinha apoiada nos travamentos dos pés, para que o banco possa ser muito bem aproveitado.

O sucesso foi tanto que minha amiga designer Beth Mochinski aderiu a moda DIY e repaginou o mini banquinho da casa dela com uma estampa de botão, e ainda participou da montagem do ambiente para as fotos cedendo seu cafofo. antes-e-depois-banquinho-5 antes-e-depois-banquinho-6 antes-e-depois-banquinho-7

perfil-camila

Inspiração do Dia #152

inspiracao-do-dia-espelhos

O movimento retrô continua inspirando nossa década, resgatando formas e grafismos que ornamentaram vários estilos da arte e design, trazendo de volta aquele pegada sixties para diversos setores da moda e da decoração.

Dentre todos esses elementos resgatados o formato hexagonal continua sendo uma das grandes apostas e aparece na minha timeline várias vezes ao dia, seja no formato da prateleira de madeira, no piso da sala, ou na pastilha que reveste a parede do banheiro, até chegar a proposta que mais gostei até agora.

Criar favos vazados e delicados com espelhos, que podem ser usados de diversas formas em diferentes pontos da casa. Decorar o cantinho da entrada, a cabeceira da cama ou a parede da sala, são apenas alguns dos exemplos lindos que eu resolvi mostras nesse post.

Encontrado em planete-decoinspiracao-do-dia-152

IkeaHackers-Preview

Via Planete Decor | Apartment Therapy | Instructables

Os espelhos já têm aquela vantagem de ampliar os ambientes que a gente já conhece, mas com o corte hexagonal eles assumem um papel decorativo ainda mais interessante.

Com a ausência de moldura, eles podem ser aplicados na parede de duas formas, diretamente como na primeira imagemou com uma base de MDF como nessa ideia da parede vermelha, em ambas as opções a melhor forma de fixá-los é usar os nossos já conhecidos, adesivos para parede da Command.

perfil patricia

Cafofo Remobília #24

cafofo-remobilia-colorido

Não sei se já falei pra vocês, mas um dos estilos de decoração que mais me apetece é o chamado KitschMarcado pelo exagero de elementos, cores e um grande mashup de vários estilos em um mesmo ambiente. Nele o boho encontra o escandinavo, que se confunde com o vintage e por aí vai, tudo junto e misturado!

Pra mim parece um conceito perfeito para alguém que não tem um estilo definido, ela apenas gosta um pouco de cada coisa, e quando todos essas coisas são misturadas em um mesmo ambiente, ele reflete claramente a sua personalidade, mutante e cheia de referências. Alguns podem até achar brega essa mistureba toda, eu pelo contrário, acho lindo!

Embora o termo kitsch, tenha origem alemã é na decoração latina que eu consigo ver mais claramente esses elementos. E é no blog Casa Chaucha que você vai encontrar a maior concentração de cafofos kitsch EVER!!

Já citei esse blog argentino maravilhoso em outros posts e cafofos que publiquei aqui no blog, mas não me canso de ser surpreendida, toda vez que resolvo dar uma olhadinha por lá. Dessa vez eu me encantei pelo cafofo da Sol e da Romina, que fica no bairro Coghlan em Buenos Aires.

Como as duas tem personalidades e gostos diferentes o estilo levemente kitsch é um encanto. Com direito a escada colorida, bandeirola na bancada da cozinha, graffiti no muro do terraço e muitos móveis antigos repaginados, olha só.

cafofo remobilia colorido 3

cafofo remobilia colorido 1 cafofo remobilia colorido 2 cafofo-remobilia-colorido-3

O importante aqui é se sentir em casa, com muito conforto e alegria. Do que mais a gente precisa?

perfil patricia

Inspiração do Dia #140

inspiracao-do-dia-sofa-na-mesa

Embora eu não seja de fato uma decoradora, essa é uma paixão antiga que nasceu logo que folhei minha primeira revista de decoração. Agora depois de tanto tempo vendo e pesquisando sobre o assunto, acho que acabei desenvolvendo um olhar mais atento e certas habilidades, que me permitem garimpar boas ideias e botar a mão na massa para desenvolver meus próprios projetos de decoração.

Começando pela minha própria casa é claro, já que nela eu posso fazer quase tudo que eu quiser. Aqui eu tenho a chance de colocar em prática boa parte das ideias que mais me saltam aos outros quando saio em busca de inspirações.

Mas tenho que confessar que ultimamente não é só na minha casa que ando dando pitacos decorativos, algumas vezes por pura vontade de ajudar outras por que me pedem sugestões.

Atualmente minha sogra está fazendo uma grande reforma em sua casa e o foco é aproveitar melhor os espaços. Quem me conhece sabe que aproveitamento de espaço, é a minha área. Então, um cômodo de cada vez, estou juntando as ideias mais bacanas para ajudar a sogrinha a ajeitar o seu cafofo.

O primeiro cantinho em que estamos trabalhando, é claro que é a cozinha, que depois de eliminarmos uma parede irá agregar a função de sala de jantar e de estar também.

Nessa me veio na memória algumas ideias em que a sala de estar e jantar se transformavam em uma coisa só, quando se juntava a mesa, o sofá e as cadeiras em um mesmo canto do ambiente.

As cozinhas americanas tem essa característica, onde esse espaço é destinado a refeições rápidas. Mas isso não quer dizer que essa não possa ser uma boa ideia pra quem tem pouco espaço em casa e deseja ter o conforto de um sofá e de uma mesa de jantar, sem perder o estilo.

Juntei aqui três cantinhos super bacanas, com diferentes propostas, em que a cereja do bolo é o sofá.

sofa na mesa 1

Via At Home Arkansas

sofa na mesa 2

Via Casa GNTsofa na mesa 3

Via Revista Minha Casa

Agora é só ver de qual ideia a sogrinha gosta mais. Logo que tiver pronto mostro para vocês como ficou. Tchau!

perfil patricia

DIY Passo a Passo | Abajur de Garrafa

Abajur-de-Garrafa-Remobilia-1

Depois de muita demora, enfim fiz meu abajur de garrafa. Já faz um tempo que sentia necessidade de ter um abajur na sala, pra complementar a decoração e dar mais aconchego pro cafofo, mas como o espírito Remobília reina no meu apartamento não me contentaria em apenas comprar um abajur, eu tinha que fazer alguma intervenção.

Materiais:

– Garrafa de vidro;
– Cúpula de abajur;
– Tecido;
– Cabo elétrico com seu respectivo interruptor e tomada;
– Rolha de champagne;
– Bocal para lâmpada;
– Tubo com rosca para bocal;
– Furadeira e broca especial para vidro.

Modo de fazer:

– Para a cúpula eu decidi comprar uma com a base branca e revesti com um tecido branco também, mas com alguns outros detalhes, pois como minha sala já é toda colorida, precisava de um elemento mais básico para ficar interessante. A escolha do tecido fica a seu critério, basta definir o quanto você pretende que o abajur ilumine.
– Cole o tecido na cúpula com cola branca, e faça alguns reforços com prendedores de preferência bem limpos (usei grampo de cabelo para reforçar o meu, mas não recomendo, pois como o tecido é branco, acabaram ficando algumas manchinhas)
– Espere secar bem a cola e faça os acabamento conforme preferir.
– Para a base do abajur lave a garrafa de vidro e deixe secar bem.
– Em seguida faça um furo pequeno, suficiente para passagem do cabo elétrico, na lateral da garrafa, de preferência mais próximo ao fundo. Como eu não tinha a broca especial para vidro, foi utilizada uma broca comum, mas a furação foi feita cuidadosamente, para evitar que o vidro acabe trincando.
– Defina qual o comprimento do cabo elétrico que você deseja e faça a instalação da tomada e do interruptor.
– Após a instalação, passe o fio pelo buraco inferior da garrafa, saindo pelo gargalo para fazer conexão com o bocal.
– Faça um furo no meio na rolha para a passagem do tubo com rosca, se for necessário, desgaste a lateral da rolha para que ela encaixe direitinho na boca da garrafa.
– Passe o cabo elétrico pelo tubo e encaixe a rolha na garrafa, firmando-a bem.
– Em seguida, rosqueie o bocal no tubo com rosca e faça a instalação do fio. Pronto, a base do abajur está feita.
– Para prender a cúpula existem uns anéis ( neste caso comprei junto com o bocal) que você rosqueia no bocal, coloca a cúpula e rosqueia outro anel em cima, dando mais firmeza.
– Pronto, agora é só curtir a decoração!

Abajur-de-Garrafa-Cupula

Abajur-de-Garrafa-base1 Abajur-de-Garrafa-base2

E aqui está ele, todo lindão e estiloso.
Abajur-de-Garrafa-Remobilia

colaboradores_perfil_camila

Inspiração do Dia #138

inspiracao_do_dia_sala_decorada

Na contramão das revistas de decoração que vendem propostas de casas perfeitas, decoradas lindamente por arquitetos e decoradores renomados, uma outra linha de pensamento sobre a decoração surgiu  da vontade de justamente fugir desses moldes. Com cantinhos decorados unicamente pelos seus donos, cheios de detalhes no melhor estilo faça você mesmo.

Neste ponto as mídias sociais, são o principal veículo para espalhar este novo conceito de casa. Ali as ideias são compartilhadas, pra que o outro crie a sua versão, inserindo seus gostos pessoais e compartilhando novamente aquele ideia, criando assim um ciclo infinito de decoração open source, em que não interessa a propriedade sobre um ideia, e sim que ela sirva para que todos possam provar a deliciosa sensação, de criar algo com as próprias mão, para deixar a sua casa mais bonita.

Já existem até blogs inteiramente dedicados a compartilhar esses cafofos super inspiradores, como o incrível Casa Aberta aqui do Brasil criado pelo Rodrigo Ladeira  e Casa Chaucha da Argentina. Eles funcionam mais ou menos da mesma forma, você entra em contato, conta um pouquinho sobre a sua casa, se for perto, eles vão lá e fotografam cada cantinho para publicar. Do contrário, você mesmo pode fazer as fotos e mandar para eles.

Pra mim a cereja do bolo a mais está no detalhe da trilha sonora escolhida pelos donos, que acompanha cada cafofo do blog Casa Aberta. Assim você pode entrar no clima daquele cantinho e descobrir muito mais que ideias para decorar a sua casa.

Hoje eu quero compartilhar uma salinha linda de viver, decorada com paletes, que achei na minha visita semanal ao Casa Chaucha. Um exemplo muito claro que não é preciso gastar uma fortuna em móveis para criar um cantinho aconchegante e até mesmo elegante usando apenas paletes.

nacho-05 nacho-06

nacho-10

casachaucha

nacho-16

Do rack ao sofá, passando pelos pufes e mesas de centro, tudo é feito com paletes simples, sem nenhuma pintura especial ou coisa do tipo. A chave para a harmonia está na escolha de cores neutras como base para a decoração, pontuada por pequenos elementos de cor.

E aí você curte essa ideia?

perfil patricia