Nova Colaboradora Nati Pietta

Sou Médica Veterinária de formação (sim) e comecei a pintar como um passatempo. Como gosto de fazer TUDO do meu jeito, aproveitei pra ir decorando aos poucos a minha casa, que todos dizem ter uma decoração bem “alternativa” (que eu A-DO-RO). A primeira peça que fiz foi uma banquetinha baixa que encontrei no supermercado, bem baratinha. Fiz uma…duas…três…aí o pessoal foi gostando e me pedindo para dar uma cara nova para suas banquetas também. Achei o máximo! Não tem coisa mais gratificante do que ver aquele móvel desacreditado ganhando vida nova. A partir dá não parei mais.

E com as banquetas vieram mesas, criados, cristaleiras…enfim. Agora este é o meu trabalho!  😀 Acho que tá aí o motivo do meu apego com as banquetinhas, kkkk!

Banquetas-decoradas-blog-Remobilia-Nat-Pietta-3

Alguns dos meus bebês!! 😀

Bom, mas vamos ao que interessa! Como a minha casa é super pequena, quando se trata de decoração, sempre penso em peças que sejam versáteis. O que é o caso do meu amor maior, a BANQUETA!

Alta, baixa, com chita, capinha de crochê, estofadinhas, com frufrus, enfim…não tem como não se encantar com essas fofurinhas!

Banquetas decoradas blog RemobiliaFonte: 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6

Além disso, elas são uma ótima base pra gente soltar a imaginação e decorar do nosso jeito (e sem gastar horrores)!  A vantagem é que elas podem fazer parte da decoração sem ter como primeiro uso o óbvio (ela foi feita pra sentar né, gente… kkk), mas pode ficar ali de estepe, pra quando chegar uma galera em casa poder acomodar todo mundo.

E tem muita ideia boa por aí. Já pensou em usar uma banqueta como mesa lateral, criado-mudo, ou apoio para aquele vaso de plantas que está aí num cantinho?
Banquetas decoradas blog Remobilia 2

Fonte: 1 | 2 | 3 | 4 |

Ou trocar as cadeiras por essas aqui!

decoracao-retro-etnica-indiana-6

Fonte: 1

Coisa mais linda, né?! Eu sei! Já estou cheia de ideias pra bolar um DIY! Logo, logo eu mostro pra vocês 😉

Beijos!

 perfil nati

Uma Casa Cheia de Doçura

Lembra que eu disse a um tempo atrás que a principal função do Remobília era compartilhar ideias pra deixar a casa mais linda e com a nossa cara? E pra isso valia muito diy, antes e depois, cores e cantinhos lindos? Então, eu acho que eu achei o cafofo mais inspirador do mundo! Ao menos pra quem curte uma decoração com doses cavalares de fofura.

Todo mérito desse achado está no Instagram que me recomendou a página da Paula do Colorfulsparkle, e tornou a minha vida muito mais doce e colorida!

A história desse cafofo, pra falar a verdade, é um misto de emoções, a cerca de 1 ano a Paula teve uma série de problemas de saúde que a obrigaram a ficar de molho em casa, por um longo período, mas ao invés de se entregar a bad, ela decidiu dedicar esse tempo a tornar cada pedacinho da sua casa um cantinho especial, cheio de cor e energia.

Pra deixar a coisa mais divertida ela decidiu compartilhar ao menos 2 fotos do cafofo, todos os dias, em uma conta recém criada no Instagram, assim ela se manteria motivada e a gente, de quebra, conheceria um pouco sobre a história dessa casa linda.

Cafofo-Remobilia-Colorfulsparkle-1

A Paula também é uma amante da Rice, e é por isso que a gente vê tantos objetos e fofuras coloridas espalhadas pela casa, que no final tem um estilo próprio, meio boho, meio escandinavo, 100% multicolorido.Cafofo-Remobilia-Colorfulsparkle-3

A boa notícia é que a Paula já melhorou e ainda ficou super famosa com a seu super bombado Instagram. Isso faz a gente pensar um pouquinho em como morar em lugar onde nos sentimos bem, pode ser importante até para a nossa saúde, e como as cores são poderosas também, trazendo alegria e energia para o nosso dia a dia.

Sentiu vontade de colorir alguma coisa, pra já? Eu também! 🙂

perfil_patricia

Meu Aparador Repaginado com Tecido Autoadesivo DECO ART

Minha escolha por usar um aparador de madeira na cozinha sempre foi pensando em todas as possibilidades de customização que uma peça dessas poderia me proporcionar. Imagina a minha alegria então quando eu ganhei o mais lindo deles do pessoal maravilhoso do Meu Móvel de Madeira. A estreia dele na decor do cafofo foi nesse post aqui, caso você ainda não tenha visto.

Sou completamente apaixonada por ele, assim como o Arthur, que adora ficar abrindo e fechando as suas portas, enfiar brinquedos pelos buraquinhos dos puxadores, assim como fazer muita arte com giz de cera e canetinha no seu belo fundo amarelo.

Mesmo tentando resistir bravamente a todas as travessuras do Arthur, o pobre coitado começou a apresentar sinais de desgaste e eu já comecei a bolar o que poderia fazer para dar uma renovada nele.

Para minha sorte a pessoal da Deco Art tinha acabado de me mandar um rolo de tecido autoadesivo, para que eu testasse. Unindo o útil ao agradável resolvi botar em prática minha repaginada, usando o material que eles me enviaram. E assim nasceu um belo e super rápido antes e depois para compartilhar com vocês, olha só!

2 Antes-Aparador

Essa aqui foi a estampa que eu escolhi, eles tem uma mais linda do que a outra, mas o melhor de tudo é que as cores dessa super calharam de combinar com minha parede de lambelambe, yes!

3 Antes-Depos-Aparador-Materiais

Agora, seguem algumas dicas bacanas pra adiantar a tua vida na hora de aplicar o tecido em qualquer que seja a superfície.

4 Antes-Depois-Aparador-Colagem 5 Antes-Depois-Aparador-Colagem-2 6 Antes-Depois-Aparador-Colagem-3 7 Antes-Depois-Aparador-Colagem-4

8 Antes-Depois-Aparador-Colagem-Final 9 Antes-Depois-Aparador-Puxadores

O resultado final é essa belezura aqui, transformada totalmente com materiais que eu já tinha em casa. Todo o processo levou o tempo de uma soneca do Arthur. Os materiais que eu usei na empreitada além do tecido foram uma tesoura, uma espátula de feltro, e uma furadeira.

10 Antes-Aparador-Depois 11 Antes-Aparador-Depois-2

O tecido é realmente muito fácil de aplicar e tem uma aderência incrível. Fiquei louca para trabalhar com ele novamente. Usamos boa parte do nosso rolo de 3 metros, mas ainda sobrou um pouquinho para forrar minha nova caixa de ferramentas que mostrai logo mais.

A linha Deco Art é composta por tecidos autoadesivo para diversas aplicações. Possui um adesivo resistente e reposicionável, o que permite remover e recolocar o tecido sem danificar a superfície durante a sua aplicação. Basta retirar o papel protetor e aplicar em qualquer superfície lisa, limpa e livre de umidade. Ideal para revestir paredes, móveis, objetos, trabalhos artesanais entre outros. Prático, fácil e sem sujeira! Com 42 modelos, disponível nas medidas: 45cm x 01m e 45cm x 03m. Todos os modelos são produzidos aqui no Brasil pela Plavitec.

selo-publieditorial-2

perfil_patricia

Banquinho Remobiliado II

E cá estamos nós com mais um banquinho da série Remobília!!

Este foi salvo na casinha de lixo do meu prédio. As vezes meus vizinhos resolvem fazer uma limpa em casa e despacham alguns móveis, e eu não perco a oportunidade de resgatá-los quando possível. Tenho muito que agradecer a estes meus vizinhos desapegados hehe.

O problema deste banco pra ser abandonado é que o tampo estava com uma parte meio quebrada, fora os riscos na pintura. Resolvi que seria melhor tirar a parte quebrada e pintar o restante do tampo, pois na verdade esta era apenas uma camada de um mdf que ia por cima da madeira que fez a fixação dos pézinhos.
antes-e-depois-banquinho

Como em cada projeto há uma surpresa diferente, eis que quando tiro o mdf, o tampo debaixo estava com recortes para encaixe dos pés. Para corrigir isto precisei lixar a parte da madeira que estava mais em relevo e depois passei massa de madeira para uniformizar. Esperei até secar a massa e dei o toque final com a lixa.
antes-e-depois-banquinho-1

Só que antes de decidir nivelar o tampo eu comecei a pintar os pés do banco de vermelho sem ter retirado a tinta branca que estava embaixo, achando que seria boa ideia e vi que a coisa começou a ficar sem graça e minha criatividade estava meio restrita no dia.

Resultado: lixei o banco inteiro novamente para tirar toda a camada de tinta e comecei a pesquisar novas referências pra criatividade voltar a fluir.

Dica: sempre que for pintar seu banco de outra cor que não seja a cor que está nele, é bem interessante retirar esta camada de tinta, pois as vezes ela não segura a tinta que você resolveu passar por cima e qualquer coisa que encosta nela já descasca. Sugiro a utilização de um “raspador”comprado em loja de material de construção, para retirar a camada mais grossa de tinta, depois é só fazer o acabamento com a lixa. Fica bem mais fácil.
antes-e-depois-banquinho-2

Resolvido o problema com a tinta e a criatividade, me encantei pela madeira crua que ficou no banquinho e decidi que pintaria apenas uma parte, para dar uma cara mais diferente ( vocês sabem, não gosto de nada convencional) O tampo também foi pintada na mesma cor dos pezinhos.

Como este banco tinha um diâmetro maior, achei que ficaria um sucesso usá-lo como mesa lateral, foi isto que definiu o desenho do tampo, inspirado na estampa chevron, misturando alguns tons próximo ao laranja.

antes-e-depois-banquinho-3

Recomendo fazer a base do desenho com lápis bem fraquinho ou algum outro material que não apareça quando passar a tinta por cima. E também quando for fazer a pintura, os desenhos deverão ser marcados com fita adesiva para evitar que uma tinta fique sobreposta a outra no desenho.
antes-e-depois-banquinho-4

Finalizada a estampa, passei uma camada de verniz para segurar a tinta e evitar que risque ou manche, já que neste caso ela será usada com mesinha. Para acrescentar um diferencial, coloquei uma base MDF fazendo uma prateleirinha apoiada nos travamentos dos pés, para que o banco possa ser muito bem aproveitado.

O sucesso foi tanto que minha amiga designer Beth Mochinski aderiu a moda DIY e repaginou o mini banquinho da casa dela com uma estampa de botão, e ainda participou da montagem do ambiente para as fotos cedendo seu cafofo. antes-e-depois-banquinho-5 antes-e-depois-banquinho-6 antes-e-depois-banquinho-7

perfil-camila

Galeria Remobília | móveis customizados de Zoe Murphy

moveis_customizados de zoe murphy

Zoe Murphy é uma estilista britânica, apaixonada por estamparia e reutilização de materiais, seu lema é que devemos amar aquilo que nós temos, repensando o consumo de bens e respeitando a história da nossa casa e de tudo que está a nossa volta.

Sua maneira de fazer isso é repaginando móveis e objetos de decoração, em sua maioria dos anos 50, e imprimindo sobre eles sua arte com forte inspiração na sua cidade natal, que fica na região litorânea da Inglaterra.

Desta forma, peças que iriam para o lixo, ganham novos contornos, cores e padrões cheios de vida,  tornando-se desejadas novamente.

Essa é uma ideia maravilhosa, assim como o resultado final daquilo que passa pela mão da Zoe, através do seu re-uso, pufes recebem novas estampas, cômodas deterioradas recebem novas lâminas de fórmica e tudo fica novo e lindo novamente.

Tamanho talento já a levaram a ganhar concursos, participar de grandes exposições voltadas para novos designers, e a assinar com grandes estúdios como a Liberty, em Londres e  Osborn & Little.

Isso por que ao adquirir uma peças dessas, ela não será somente mais uma na sua sala de estar, você levará junto toda uma história que faz dessa peça algo especial e único, que fará do seu cantinho algo também único e cheio de personalidade.

Desde a primeira vez que vi uma cômoda repaginada pela Zoe, eu sabia que devia fazer um post sobre o trabalho dela, que pra mim é perfeito, principalmente pelo respeito a identidade da peça.

Ao optar por manter boa parte da superfície das peças naturais, pontuando o seu traço em um equilíbrio entre a sobriedade da madeira e os seus grafismos delicados preenchidos então por cores vibrantes, a Zoe nos mostra, que sim, é possível o antigo e o novo conviverem juntos e em harmonia.

clique na imagem para ampliar.

Fonte das imagens: Pinterest Zoe Murphy 

perfil patricia

Inspiração do Dia #83

Se você está procurando um jeito original de expor seus action figures, ou apenas um armário estiloso que não ocupe muito espaço para usar na sala, no banheiro ou na cozinha, eu tenho uma ideia para te dar.

Sabe aquele armário de vidro tipo farmácia, super antigo? Pois  bem, ele é uma ótima pedida pra isso, além de ser super remobília. 

Com ele você pode organizar as toalhas, sabonetes e outros itens no banheiro, usar para expor sua coleção de toys, carrinhos, xícaras e o que mais você quiser.

O conteúdo fica a seu critério, o fato é que eles são super diferentes e funcionam muito bem em uma decoração moderninha, meio retrô industrial.

Ao reutilizar um desses, você tem a opção de deixá-lo ao natural ou apostar em uma nova cor e decoração que combine mais com o seu espaço.

Dá uma olhada nessas ótimas formas de usá-los e corre atrás do seu.

Via PLANETE DECO

Via Referans Glamour Via Casa Abril Via Casa Abril Via Casa Abril

Você pode encontrar esse tipo de armário em lojas de usados, sobretudo as que revendem móveis hospitalares, além é claro do Mercado Livre.

Fonte: Casa Abril  | Referans  | Planete Decor

0

Antes e Depois: Simplesmente Mude as Cores.

Vou contar um segredo pra vocês, quando comecei a planejar a decoração da minha casa nova, vi que muitas das coisas que eu queria, não encontraria nas lojas de móveis padrão.

Para conseguir deixar o meu cafofo com a minha cara, ou seja, super colorido, eu teria que bater perna nas lojas de móveis usados e antiquários para garimpar pequenos tesouros.

E lá eu fui e lá eu achei muita coisa legal.

Minha sorte é que inspirações para uma repaginada nunca me faltaram, assim já conseguia meio que determinar o que fazer com cada peça antes de fechar negócio.

Agora vou dividir com vocês algumas inspirações em antes e depois, de gente que não teve medo de investir no móvel usado para decorar o seu espaço, as vezes não é nem preciso muito para deixar o ambiente com uma cara nova, o móvel que você tem em casa também pode fazer a diferença se você lhe der uma change.

 

O acabamento final de cada peça vai depender da sua habilidade. Se você tem uma peça rara na mão o melhor é contratar mão de obra especializada para cuidar do serviço, do contrário o que você vai precisar para botar a mão na massa é de disposição, lixa para acabamento fino, tinta esmalte spray branco para base e tinta  esmalte spray colorido.

Para ver os créditos das imagens passe o mouse por cima delas.