Tapetinhos Alternativos – Revista da Cidade

Mais uma vez recebi o convite da produção do programa Revista da Cidade para criar um passo a passo simples que qualquer um possa aplicar em casa, sem nenhuma dificuldade.

Desta vez, me foi pedido pra mostrar como montar um tapetinho, depois de muito pesquisar usei como referência esse modelo que a Erika Karpurk criou com retalhos de capachos. Essa é uma ideia muito simples que eu já tinha visto ser aplicada em vários outros lugares, o mais interessante é o fato de você poder usar qualquer tipo de forma, padrão e textura diferente pra criar o seu próprio modelo.

Uma ótima ideia é tentar reutilizar o máximo de materiais possíveis, pegar aqueles tapetinhos com uma manchinha ali, uma mordidinha do cachorro acolá, cortar e montar o seu patchwork. 😉 Continue reading…

Inspiração do dia #198

Agora que o pequeno Arthur voltou as aulas, sinto que finalmente poderei colocar em prática tudo aquilo que coloquei na listinha “Quando as férias terminarem” no último mês. Vida de mãe que não tira férias com criança em casa é assim mesmo, né não?! Quando a gente pensa que vai poder sentar e trabalhar um pouquinho, quem sabe até conseguir ler todos os e-mails entulhados na caixa de entrada, lá vem aquela coisa fofa querendo nossa atenção só pra ele.

Mas agora, depois de tirar a segunda-feira só pra dormir, é hora de repassar a check list. Tem um monte de coisas diferentes que quero colocar em prática para o cafofo e para o blog, falando nisso, gostam da nossa nova cara colorida e florida? Ah! também tem o canal no Youtube que ficou praticamente abandonado em 2015.

Já que aqui a gente nunca segue uma linha cronológica, hoje vou pular um monte de coisas e falar logo do item 24 da minha listinha. Arranjar um tapete bacana para a nossa sala e de quebra para o quarto novo também.

Isso por que depois da repaginada que dei no home office, e da confusão que ficou a casa logo após a reforma do quarto, decidi que não ia mais querer o sofá de engradados por aqui,  tudo bem ele ser super prático, mas acho que o momento agora é outro e estou buscando algo com cara de sala mesmo, com sofazinho, tapete e mesa de centro, sabe?

O sofá eu já encontrei, só estou esperando ele chegar pra poder mostrar pra vocês, a mesa de centro vai ser de carretel e é claro que vai rolar diy por aqui também, mas o tapete, esse eu não consigo me decidir. Namorei por um tempo a ideia de montar um igual ao que o Edú do Homens da Casa, fez para a sala dele, costurando passadeiras de retalhos e formando um belo tapetão, mas também não sei se é isso mesmo que eu quero.

Nessas horas de dúvida, eu sempre recorro ao Pinterest, e como resposta ele me dá sempre uma avalanche de ideias lindas, foi aí que eu descobri que um dos estilos de tapete mais amados do mundo tem um nome e uma história linda por trás.

Os tapetes Kilim, que você deve conhecer como aqueles modelos que tem um jeitinho de bordado com estampas étnicas e geométricas, super lindas e coloridas.

Eles são originalmente fabricados por povos nômades de vários países do oriente,  usados nas tribos como cobertas, berços, sacos de grãos ou cobrindo e decorando as tendas.

Agora, dentro desse nosso estilo de decorar que prioriza tudo aquilo que tem um boa história por trás, esses tapetes são a cara da riqueza e o que não falta são ambientes lindo pra gente se inspirar, olha só!

tapete-kilim

Me diz aí, tem como não amar, e querer vários desses na casa toda?! Já fiz a minha pesquisinha e fiz alguns achados lá na Enjoei, com um preço mais acessível, já que a maioria deles é importado, agora é só escolher o mais bonito e que caiba no bolso, e se você souber de um outro lugar onde a gente consiga achar essas belezinhas, conta pra gente!

perfil_patricia